Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Violência zero

pinterest



Violência zero


Viol?ncia zero!
o cavalo evoluiu até chegar ao que é hoje desde longínquos 55000000 de anos, transformando-se de um animal de 40 cm de altura até o garboso e belo animal que é hoje
apesar desta sua evolução em tamanho e altura, desde estes tempos imemoriais o cavalo baseia sua vida em alguns preceitos evolutivos que lhe permitiram sobreviver
a maioria destes preceitos são oriundos da busca pela sobreviv?ncia, como a conviv?ncia em bandos e o deseja pela liberdade que permite correr de seus algozes
o cavalo sempre viveu em manadas em liberdade, mas criando uma hierarquia social de forma que um animal assume o papel de líder dominador, com papel bem definido para que não haja conflitos entre seus pares essa hierarquia é estabelecida por critérios de força, idade, experi?ncia, coragem etc
a presença do denominado líder alfa faz com que o rebanho tenha seus caminhos e atitudes de sobreviv?ncia guiados de forma a permitir a melhor integração e conviv?ncia possível em tempos de paz e tranqüilidade, em geral, essa posição cabe ? égua mais velha e mais experiente que será a responsável pela escolha dos melhores locais para o rebanho quando o rebanho for ameaçado, essa posição será tomada pelo garanh?o reprodutor, que imediatamente assume a posição para levar os animais a um porto seguro, ou ent?o partirá para defender o rebanho
o conhecimento desta hierarquização do mundo equestre, assim como de todas as informações possíveis do comportamento e atitudes dos equinos, nos permite usufruir e compreender melhor o mundo dos cavalos e desta forma usufruir de seu máximo potencial
se um cavalo depende de seu líder ala para indicar o que fazer e não reconhecer esse líder alfa, ele tende a assumir essa posição isso se torna fundamental em nossa lida diária com os cavalos, pois a todo o momento, o cavalo buscará reconhecer em nós essa liderança e, muitas vezes, coloca em duvida essa liderança buscando assumir o controle ent?o dependerá de como agirmos, para manter nosso controle, de forma, não a submet?-lo a nossos desejos, mas sim, fazer com que aceit essa nossa liderança sem mais questionamentos, sem buscar a submissão através da punição, mas sim buscando a submissão pela aceitação incondicional de nossa liderança buscando utilizar as ferramentas de comunicação que o próprio animal utilizaria com os seus, que vem pela confiança em nossas atitudes para com ele o meio em que vive
outro fator importante a ser levado em consideração, é que a 3? lei de newton da física, também pode deve ser aplicada aos cavalos essa lei diz que ?para toda ação aplicada a um corpo, esse responderá com a mesma intensidade em sentido oposto? para os cavalos, podemos dizer da seguinte forma: ?o que se fizer aos animais, este responderá na mesma forma e mesma intensidade se o tratares bem, assim serás correspondido se o maltratares, em dado momento, assim ele o fará?
essa breve introdução com base científica em estudos do comportamento do cavalo e sua interação com o mundo foi feita de forma a poder chamar a atenção para a desnecessária viol?ncia a que frequentemente nossos amigos eqüestres são submetidos
viol?ncia essa cometida por ?gente do cavalo?, que vive do cavalo, para o cavalo e que se beneficiam financeiramente destes animais
pode até ser que essa viol?ncia seja causada por pura ignorância, mas o que vemos ainda é a falta de regulamentação, fiscalização e, em verdade, muitas vezes de interesse em se coibir esses abusos contra os animais
estamos aqui falando da viol?ncia cometida e vista a céu aberto em eventos eqüestres de quase todas as raças de quinos, quer sejam eventos de morfologia como eventos esportivos e os juízes, árbitros, organizadores e as associações que apóiam e muitas vezes são responsáveis por esses eventos pouco fazem para melhorar e preservar a saúde dos cavalos
cabe ressaltar que em todas as raças e associações existem sim pessoas que se preocupam, que cuidam dos animais da forma correta, mas infelizmente, muitas vezes, sua voz parece se perder na multid?o que fere os animais
apenas para citar alguns, o uso indiscriminado de esporas com rosetas pontiagudas e freios com grandes pernas em algumas raças de esporte, por exemplo essas ajudas, quando bem utilizadas por ginetes experientes podem servir para mostrar ao cavalo da forma correta o que deve ser feito mas o que vemos em muitos eventos são cavaleiros sem a mínima preocupação na dor e mal que isso causa aos animais algumas entidades, em eventos oficiais já algum tempo fiscalizam os animais antes e depois das provas de forma a observar a presença de les?es nos animais e coibir os abusos é uma excelente atitude, mas o absurdo é ter gente, que se diz do cavalo e que precisa ser fiscalizada para não machucá-lo
já vi o mesmo ocorrer em eventos de raças de marcha cavalos sangrando pela boca, pelo uso errôneo de freios mais pesados que o necessário, nas m?os de quem não o sabe usar felizmente, isso ainda não é moeda corrente nessas raças ainda
em exposições de morfologia de outras raças de marcha, muitos apresentadores preparam seus cavalos na chibata antes de entrar em pista, onde seus animais dever?o ser apresentados em estação (parados) a desculpa é que devem estar atentos e os juízes ressaltam essa ?atenção?, como animal ?esperto? pobres cavalos
ao inquirir apresentadores de determinada raça do porque fazer esse ?preparo?, a resposta foi ?ele sabe? diz que o animal vem de linhagem de pais ruins, e que apanham apenas para garantir que na pista eles devem se comportar ora, como o animal pode comportar se apanha? qual a reação que deve advir se a ação foi bater?
na ultima nacional de uma grande raça há poucos meses, a qual proibiu a entrada de apresentadores com chicote ou similar em pista para coibir essa viol?ncia, observamos a ?esperteza? destes apresentadores entram agora com guia de mais de tr?s metros, de forma a ficarem rodando-a e poderem utilizar para ?acertar? o cavalo em sua posição correta para a morfologia e os juízes adoram observar os cavalos ?atentos? valorizando isso sem se atentarem que essa atenção foi conseguida na base da viol?ncia ou sem se preocuparem
nesse mesmo evento, em uma prova funcional, antes de entrar em pista, diversos ginetes estavam a chicotear e maltratar seus cavalos antes de entrar em pista, somente parando quando determinado expectador e criador foi chamar a atenção dos juízes pela crueldade a que os animais estavam sendo submetidos o juiz ent?o, e somente ent?o, chamou a atenção daqueles que maltratavam os animais, proibindo de entrar em pista se assim o continuassem
e isso tudo foi ? vista de todos imaginem nos bastidores imagine nas propriedades, centros de treinamento, haras e fazendas isso ocorre com freqü?ncia inimaginável, e totalmente desnecessária
e isso atinge níveis e proporções grandes quanto maior foi o envolvimento financeiro há pouco tempo saiu em diversos órg?os de imprensa que a equipe olímpica de um tradicional país do meio equestre foi dissolvida por envolvimento de quase todos os membros em dopping dos animais isso também é uma viol?ncia cometida contra eles faz-se o dopping para obrigar o animal a fazer algo além de suas forças, além de sua capacidade ele paga caro por isso, muitas vezes com a própria vida
na bolívia assisti a uma corrida de cavalos, onde tr?s dos cinco animais envolvidos sofreram de sangramento das vias respiratórias por uso de substancias que os fizeram correr além de sua capacidade
mensalmente lemos nas paginas desta revista dicas e comentários de pessoas do mundo do cavalo, que se mostram preocupadas em compreender entender os animais muitas dessas pessoas mostram e provam que a compreensão do cavalo é mais benéfica que a submissão pela força o cavalo responde melhor o cavalo vive mais o cavalo ganha mais ganha qualidade de vida e competições
e certamente nós também podemos ganhar
uma renomada estudiosa americana do comportamento animal, temple grandim, em seu livro, na ?lingua dos bichos?, diz que ?se nos interessamos pelos animais, ent?o precisamos estudar os animais pelo bem estar deles, e nos termos deles, até onde isso for possível o que eles est?o fazendo? o que est?o sentindo? o que pensam? o que est?o dizendo? quem são eles? o que precisamos fazer para tratar os animais com justiça, responsabilidade e bondade? as pessoas podem aprender a falar com os animais e a ouvir o que os animais t?m a dizer essas pessoas são mais felizes que as que não podem exercer ou impor a dominância não significa bater no animal até ele se submeter exercer ou impor a dominância significa usar o método natural de comunicação do animal?
desta forma, ao trabalharmos com um animal, quer seja para provas esportivas, quer seja para provas de morfologia, se o fizermos com calma e tranqüilidade, mostrando para o animal o que deve ser feito de forma correta e simples, firme, sem demonstrar qualquer sentimento de agressão ou receio deste animal e fizermos nos valer do conhecimentos do comportamento do animal, de como ele ag interage com o meio ambiente, certamente obteremos melhores resultados e um melhor relacionamento

André Galv?o Cintra, MV, Prof. Esp. CRMV SP 6765 VicePresidente ABCC Bret?o. email: andre@vongold.com.br. Site: www.vongold.com.br

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  quadradinho tipo borboleta

bullet  O portão

bullet  Passarinhos

bullet  Que papo de jacare chander e flavinho

bullet  O voo do hamster

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Úlcera de córnea

bullet  Cores de gatos

bullet  Obstrução esofágica

bullet  Festas juninas e roj?es ? como ajudar meu pet

bullet  Glândula anal canina inflamada e limpeza

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  drajulianabortoletto@hotmail.com http://www.desviralata.com/plantastoxicas/

bullet  Sergio Lobato www.sergiolobato.com.br

bullet  Daniel Checchinato,(11) 45210959, Av pref. Jose de Castro Marcondes, 260 Vila Hortolandia, Jundiaí/SPl, www.veterinariachecchinato.com.br

bullet  Priscila Thomazelli Atleta, Amazonas, Instrutora e Treinadora de Equitação Engenharia Civil, de Segurrança do Trabalho, Meio Ambiente e Qualidade (11) 9 9944-2168 www.dressagearteequestre.com

bullet  Gislaine Nonino Rosa CRMV 11291 Kingdom Pet Shop Av. Moraes Salles. 3183 Nova Campinas Campinas Fone: 32941126 / 32526885 / 91226711

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  O gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bullet  Confusão pra cachorro (dog gone)

bullet  Meu maior amigo

bullet  Lassie

bullet  Bingo - esperto pra cachorro (bingo)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Cachorro magro

bullet  Aves-simbolos dos estados brasileiros, as

bullet  Gato viriato

bullet  A volta do gato preto

bullet  Sinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos