Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Por dentro da boca dos potros!

pinterest



Por dentro da boca dos potros!


Logo no primeiro dia de vida devemos ter atenção às erupções dos dentes decíduos “de leite”




O primeiro exame odontológico na vida do cavalo deve acontecer ainda na fase de potro, sendo que deve ser realizado logo após o nascimento. Nesse momento o exame tem a finalidade de explorar a cavidade oral, verificando se existem possíveis alterações ou deformidades de origens congênitas, como por ex:


· Prognatismo

· Braquignatismo

· Fenda palatina

· Lábios leporinos

· Wry nose “ nariz torto”

· Formação do epitélio da língua





Os padrões destas deformidades relacionadas a cavidade oral variam de leves a graves, podendo em determinados casos e graus tornar os potros incompatíveis à vida .


Após isso, no primeiro dia de vida devemos ter atenção às erupções dos dentes decíduos “de leite&rdquo, que acontecem nos potros da seguinte maneira.


Primeiro incisivo - 0 a 1 semana

Segundo incisivo - 4 a 6 semanas

Terceiro incisivo - 6 a 9 semanas

Segundo pré molar - 0 a 2 semanas

Terceiro pré molar - 0 a 2 semanas

Quarto pré molar - 0 a 2 semanas


Qualquer alteração relacionada a saúde do potro no período de aleitamento vale um bom exame da cavidade oral. O potro pode apresentar problemas como “feridas&rdquo, estomatites na cavidade, oral prejudicando sua nutrição durante o aleitamento.


Em casos de éguas que se recusam a deixar o potro mamar precocemente, vale também um bom exame na boca do potro. Deformidades na maxila ou mandíbula e problemas nas erupções dos incisivos podem ferir a teta da égua causando dor e, por esse motivo, ela não deixa o potro mamar.


Após o período da amamentação, é indicado exames profiláticos a cada seis meses. Porém, qualquer distúrbio alimentar ou nutricional neste período vale também um novo exame odontológico.


Lembramos que ocorrem a erupção dos primeiros e segundos molares nos seguintes meses e anos:

Primeiro molar - 10 a 12 meses

Segundo molar - 2 anos


Antes da doma é indispensável um bom e detalhado exame odontológico pois nessa fase da vida estão ocorrendo importantes mudanças na boca do potro. É importante verificar a existência dos dentes de lobo e, se existirem, já devem ser extraídos antes da introdução da embocadura para evitar o incomodo devido ao choque com a mesma durante o inicio da doma.


“Tecnicamente, o “dente de lobo” é considerado o primeiro pré molar e nasce em media aos cinco meses de vida do potro”

Outros fatores importantes a serem observados são as trocas dos segundos, terceiros e quartos pré molares de leites por permanentes, que ocorrem nas idades

Segundo pré molar - 2,7 anos

Terceiro pré molar - 3 anos

Quarto pré molar - 3.8 anos

Sem esquecer dos incisivos trocando

aos:

Primeiro incisivo - 2.5 anos

Segundo incisivo - 3.5 anos

Terceiro incisivo - 4.5 anos

Notem que, em média, dos 2,7 anos até 3,8 anos é justamente a idade que os potros vão para serem domados e iniciados nos treinamentos, sendo assim um pré molar decíduo “de leite” pode se soltar ou ficar parcialmente preso na gengiva, causando um desconforto enorme na boca desse animal, principalmente quando acontecer o contato com a embocadura.

Isso acontece principalmente com os segundos pré molares. Diante dessa condição, o potro pode se tornar agressivo e desobediente e o treinador ou domador pode atribuir esses acontecimento a problemas de má índoles e comportamentais, que na verdade são problemas odontológicos fáceis de serem resolvidos .


“Alguns animais deixam de se alimentar ou diminuem a ingestão de alimentos durante esses episódios de trocas dos dentes , levando a um emagrecimento”


“Eventuais pontas excessivas de esmalte dentário, quando presentes, também devem ser removidas nessa época para proporcionar melhor conforto na mastigação e comandos por embocaduras”

Durante toda essa fase de troca dos decíduos os exames também devem ser semestrais, pois as quedas dos dentes de leites, no geral, devem ser sincronizadas. Por exemplo: se cair um primeiro incisivo, é preciso retirar os outros três primeiros incisivos;

Se cair 2 segundo pré molar, é preciso extrair os outros 2 segundos pré molares, e assim por diante. Essa sincronização realizada por médicos veterinários com experiência em odontologia equina previne que os animais venham a desenvolver sérios problemas de oclusão dos dentes no futuro, ou carreguem por toda vida traumas fixados durante a doma e inicio dos treinamentos devido a dor nos dentes e gengiva no contato com a embocadura nesse período de mudanças .



Por fim, podemos concluir que as principais mudanças na boca dos equinos acontece do nascimento até em média aos 5 anos, sendo que os últimos acontecimentos importantes sãoaos quatro anos de idade, quando nasce o último molar, aos 4,5 anos, a troca dos terceiros incisivos e, em média, aos 5 anos, quando nascem os caninos presentes nos machos e em poucas fêmeas.


Dessa forma, temos esse período do nascimento até os cinco anos como o período mais importantes na realização dos exames odontológicos.


Após isso, os exames e tratamentosnos animais livres de problemas odontológicos podem ser anuais.



Dr. Ciro Pinheiro Mathias Franco Medico Veterinário atuante em odontologia eqüina. Cel. (11) 9814 6666 E mail: ciromedvet@ig.com.br

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Operário em Construção

bullet  A Barata

bullet  Cavalos Calados

bullet  Casa no campo

bullet  Vióla e o carro de boi

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Hipotireoidismo

bullet  A leucemia linfoblástica aguda em cães

bullet  Educação aprenda os primeiros passos para a educação e o adestramento de seu cão

bullet  Florais: animais também podem usar

bullet  Iluminação em um aquário de corais

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  monica gil www.monijil.nom.br/canil caocia@globocom fone: (21) 2260 9427

bullet  Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ci?ncias pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de S?o Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br

bullet  André Galv?o Cintra, MV, Prof. Esp. CRMV SP 6765 VicePresidente ABCC Bret?o. email: andre@vongold.com.br. Site: www.vongold.com.br

bullet  https://www.peritoanimal.com.br/infeccao urinaria em gatos sintomas tratamento e prevencao 21187.html

bullet  Carlos Cava
Cava criadouro de aves rua guerino lubiani, 201 ? vila verde
piracicaba - sp - cep 13420-850 f : (19) 3424-2084 / 3424-3206 / 9782-1065 e-mail : aves@cava.com.br
http://www.cava.com.br

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Um peixe fora d água (mr baseball)

bullet  Quigley - um cachorro pra lá de humano (quigley)

bullet  Tubarao ii

bullet  Uma cilada para roger rabbit

bullet  O cachorro (el perro)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Passaros sao eternos, os

bullet  O gato e a revolução

bullet  Enfermidades dos cavalos

bullet  O selo da agonia - livro dos cavalos

bullet  Vira-lata? não! também sou cachorro

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos