Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Unhas e patas do cão: higiene e cuidado

Compartilhe em suas redes sociais:

Unhas e patas do cão: higiene e cuidado



Joana Prata



Os cuidados das patas e unhas são muitas vezes esquecidos pelos donos. São estas que suportam o peso do animal e o permitem andar, por isso precisam de atenção como qualquer outra área corporal.


Porque é que preciso de cortar as unhas ao meu cão?


Nas nossas casas, o chão é liso e não permite o desgaste da unha. É necessário fazer-se um corte. Unhas muito compridas podem ser desconfortáveis para o animal e alterar a sua locomoção. Em cães com unhas escuras, é difícil ver o sabugo (parte central com nervos e vasos sanguíneos). Se tem duvidas quanto ao corte das unhas recorra ao serviço de tosquias ou ao seu veterinário.


Como cortar as unhas ao cão?


As unhas devem ser cortadas a cada 15 dias ou quando se ouve as unhas enquanto o cachorro caminha. Utilize uma tesoura de corte de unhas de cão bem afiada. O sabugo contem os nervos e vasos sanguíneos e não deverá ser cortado, pois causa uma profusa hemorragia. Pode-se identificar o sabugo como uma estrutura rosada em unhas claras ou o seu limite com cor branca e aspecto de giz em unhas escuras.



Com a tesoura paralela à unha, localize o sabugo e corte sem o intersectar. Se tem dúvidas corte pouca unha. O sabugo passado alguns dias vai recuar com a unha mais curta, permitindo que corte mais um pouco. Algumas pessoas têm tido sucesso com uma lima mecâ;nica e preferem-na por terem maior segurança.


Corte dos pelos das patas


Os pelos entre as almofadas plantares podem crescer excessivamente. Ao serem pisados, podem fazer com que o cão escorregue e caia, magoando-se. Isto ocorre especialmente me superfícies lisas e duras. Estes pelos devem ser cortados com frequência para que o cão não escorregue.


Cuidados com a ter com as patas do cão no Verão


No Verão os pavimentos ficam muito quentes e poderão queimar as almofadas plantares do seu cão. Antes de levar o seu cão a passear, teste a temperatura do chão no exterior com a sua mão durante alguns segundos. Outras formas de evitar queimaduras é passear em horas de menos calor. Poderão utilizar-se sapatinhos caninos, mas no entanto o cão poderá não se adaptar bem a este acessório.



Pele seca e rachada nas almofadinhas plantares do cão


A pele das almofadas plantares está exposta a muitas agressões. Podem ocorrer em terreno normal, mas pioram em terrenos irregulares, como em passeios por florestas. Nesse caso pode considerar utilizar sapatinhos caninos. O tempo frio também favorece o aparecimento de pele seca. Aplique com frequência vaselina ou um creme especifico nas almofadas plantares do seu cão.


Outros problemas que afectam as patas do cão


As patas poderão sofrer de alergias, principalmente de contacto. Alguns problemas hormonais ou auto-imunes podem ter repercussões na saúde podal do cachorro. Praganas e corpos estranhos podem ferir e ficar presos nas patinhas, precisando de tratamento médico. Alguns parasitas, como pulgas e carraças, habitualmente não se localizam na região plantar, mas também a poderão atacar.



Contatos dos Autores:
http://omeuanimal.com/unhas e patas cao/



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletPerda da voz (rouquidão)

bulletCuidados com a cadela gestante

bulletQuiropraxia veterinária

bulletFesta junina e pets: diversão com segurança

bulletPor que cachorros comem grama?


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Av. Brasil 1772, Jd. Chapadão Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 // (19) 9822 3758 contato

bullet Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de São Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br

bullet Carla Diele CRMVRJ 6165

bullet Rafael Wisneski http://blog.meucaocompanheiro.com/

bullet Bruno Tausz(Etólogo)

Ver todas as Dicas dos Colunistas




Letras de Música com temas Animais:


bulletTartaruga uguinha celelê e talili

bulletPedras Que Cantam

bulletBorzeguim

bullet

bulletÉ boi aviões do forró

Ver todas as Letras de Músicas




Cinema, Filmes e Seriados:


bulletProcurando nemo

bulletUm homem chamado cavalo (a man called horse)

bulletErnest e célestine

bulletQualquer gato vira-lata

bulletO favor, o relógio e o peixe muito grande (the favour, the watch and the very big fish)


Ver todos os filmes e seriados




Livros Animais

bulletEu não sou cachorro, não

bulletOs passaros e suas doencas

bulletA arca de noé

bulletCães de guerra

bulletCrianca, cachorro que fala!

Ver todos os Livros



Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100


Beija flor
R$ 1


Garça branca grande
R$ 5


Arara vermelha
R$ 10


Mico leão-dourado
R$ 20


Onça pintada
R$ 50


Tartaruga-de-pente
R$ 2


Lobo Guará
R$ 200


Ver todas as Notas e Moedas



Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos