Home Page > Dicas Veterinárias > Ultrassonografia na reprodução equina, essencial para uma reprodução de qualidade

Ultrassonografia na reprodução equina, essencial para uma reprodução de qualidade


O dia a dia do Profissional de Reprodução Equina é ocupado, na maioria de seu tempo, com o controle folicular e acompanhamento uterino das éguas. Tanto num programa de prenhezes de matrizes, quanto num de Transferência de Embriões, a palpação transretal e ultrassonografia são fundamentais para que o objetivo, o sucesso esperado seja alcançado. A ultrassonografia, possibilita a visualização das estruturas, e também tem diversas vantagens sobre a palpação
transretal isolada. Aplicada ao trato reprodutivo das éguas, de formar direta, ela permite detectar alterações anatômicas e morfológicas, patológicas ou normais, dos tecidos moles ou órgãos explorados, associadas a eventos fisiológicos.


 As vantagens observadas com a utilização da ultrassonografia na reprodução equina são: não é uma técnica invasiva; é simples e segura, tanto para o animal quanto para o aplicador; também pode ser utilizada a campo; e fornece diagnósticos imediatos na maioria dos casos avaliados.


 O conhecimento dos sistemas de ultrassonografia e das propriedades dos órgãos e tecidos a serem examinados são pré-requisitos para um exame bem realizado. É importante saber como e porque a imagem é formada e influenciada para poder explorar ao máximo o potencial da técnica. Antes do inicio do exame ultrassonográfico, é necessário a realização da palpação transretal dos órgãos, com a objetivo de localização e orientação espacial iniciais. Logo após, o transdutor é introduzido no reto e movimentado de um lado a outro, sobre a genitália interna (ovários e útero), produzindo cortes transversais dos cornos uterinos ou imagens longitudinais do corpo do útero.


Logo, de acordo com as características de absorção e reflexão das ondas sonoras pelos tecidos, estes são identificados na imagem ultrassonográfica dentro de uma escala cinza; então, na tela os líquidos aparecerão na cor preta (anecóicos), por não refletirem as ondas sonoras, e os tecidos densos surgirão na cor branca (hiperecóicos), pois apresentam alta reflexão das ondas sonoras. Já os tecidos de densidade intermediária serão representados na tela nos diversos tons de cinza.


A resolução das imagens geradas por equipamentos de 3,5 MHz, apesar de apresentarem imagens em torno de 12 a 15 cm de profundidade só permitem a visualização de estruturas de 6 a 8 mm, logo, a qualidade das imagens geradas é inadequada para a visualização de estruturas menores que 6 mm. Já o equipamento de 5 MHz é suficiente para a identificação de estruturas de 3 a 5 mm a uma profundidade de 8 a 10 cm, fazendo com que torne ideais para os exames de rotina do trato genital dos grandes animais e em gestações de inicio. Entretanto, para aumentar a qualidade das imagens podem ser utilizados transdutores de 7,5 MHz, com a profundidade ficando restrita à apenas 4 a 5 cm, mas de ótimo uso para a avaliação de estruturas próximas ao transdutor.


Sobre o posicionamento da imagem, salvaguardando regulagens especiais dos diferentes aparelhos, a estrutura mais perto da probe aparecerá na porção superior da imagem. Outra maneira de localização da estrutura na palpação transretal é quando aprofundamos o braço na cavidade abdominal ou o contrário. O ideal é localizar a estrutura a ser observada e fazer com que ela sempre se mantenha no centro da imagem do ultrassom, ou seja, em contato com o meio da cabeça da probe. o que torna mais fácil de manter a estrutura em destaque. É essencial lembrar que os movimentos dentro da cavidade abdominal devem ser lentos e, com adquirir da experiência, padronizados.



http://www.shopveterinario.com.br/artigos/ultrassonografia na reproducao equina essencial para uma reproducao de qualidade/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletMorro Velho

bulletÉ boi aviões do forró

bulletGato fujão cantora sol

bulletBorboletas

bulletQue tiro foi esse



Dicas Veterinárias:

bulletDoenças da pele no nariz em cães

bulletMorcegos Transmissores de Raiva

bulletManqueira dos cavalos

bulletGestação em cadelas

bulletBrônquios estreitados em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Jacqueline R. F. Cremoneze profissão: Médica Veteriária CRMVSP21312 Sou médica veterinária formada pela Faculdade de Jaguariúna em junho 2006, e minha dedicação com as aves começou no ano de 2003. Devido a isso, presto apoio a todos os interess>

bullet Carlos Cava
Cava criadouro de aves rua guerino lubiani, 201 ? vila verde
piracicaba - sp - cep 13420-850 f : (19) 3424-2084 / 3424-3206 / 9782-1065 e-mail : aves@cava.com.br
http://www.cava.com.br>

bullet Israel M. BleichDiretor Técnico do Laboratório CEPAV Tecnologia em Saúde AnimalR. Tanabí, 185 S?o Paulo SP BRASILCEP05002010 Fone/Fax (011) 38729553email: info@cepav.com.br>

bullet tatiana lermontov - fr? 8331- rj fonoaudióloga, psicomotricista, eerapeuta al 24 de outubro 78 icaraí - niterói - rj (21) 2611-5626 / 9691-6646 centro de eqerapia pratique>

bullet UniversoEquino.com.br
Médica Veterinaria Mariana Marcantonio Coneglian>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletProcurando nemo

bulletThe wolf of wall street

bulletMoby dick

bulletThe batman (1943)

bulletBatman returns (1992)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletSinopse do livro 97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletOs segredos dos gatos tudo para entender e ensinar o seu companheiro

bulletUm gato indiscreto e outros contos

bulletNo meu peito não cabem pássaros

bulletGato viriato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos