Home Page > Dicas Veterinárias > Confira o que fazer para socorrer uma vítima de ataque de abelhas

Confira o que fazer para socorrer uma vítima de ataque de abelhas


Ataque de abelhas é algo muito perigoso e saber como socorrer a vítima pode tantosalvar a sua vida quanto amenizar a dor. É preciso ter alguma noção de como proceder nesses momentos e de como evitar que eles aconteçam.


Veja agora algumas dicas do que deve ser feito em caso de um ataque de abelhas e como evitar este inconveniente.


ataque-de-abelhas


Para se prevenir de um ataque de abelhas, evite os locais próximos de colmeias. Foto: Shutterstock


Como evitar um ataque de abelhas


Locais habituais das colmeias: Existem alguns locais que são clássicos para que as abelhasmontem as suas colmeias. Buracos nas paredes, postes e árvores ocos, casas abandonadas e até na beira de edifícios ou dos de telhados das casas tradicionais são os lugares mais “requisitados”.


Evite esses lugares: Se você já sabe que em determinado lugar existe uma colméia de abelhas, evite o local. Não tente passar nem correndo pela região, pois pode intimidar os insetos e causar um grande ataque de abelhas.


Não chame a atenção: Para não causar o interesse ou mesmo a fúria das abelhas, as sugestões são não interagir com elas, não atacá-las e, se possível, evitar perfumes ou produtos que transmitam um cheiro forte.


Fuja: Você evitou, mas não deu, as abelhas notaram a sua presença. O que deve ser feito? Corra, corra que nem Forrest Gump. Se conseguir, corra dentro de alguma plantação realizando zig-zag. E só pare quando tiver certeza absoluta que elas não estão mais atrás de você.


Água: Não tem um plantação por perto nem um ambiente aberto que permita a corrida? Se tiver algum rio ou piscina, mergulhe. Uma das formas mais clássicas de evitar um ataque desses é indo para baixo da água.


O que fazer em caso de ataque de abelhas


Picadas: Se você sofreu apenas uma picada, o ideal é remover o ferrão o mais rápido possível com uma pinça e lavar a região com álcool. Coloque um gelo no local ferido, para não inchar muito. Se você não for alérgico, não sofrerá nenhuma complicação a mais.


Proteja a cabeça: Se sofrer um ataque de abelhas, o mais importante é proteger a sua cabeça. Os efeitos das picadas ao longo do corpo não costumam ser tão graves. Em casos mais desesperados, tire a sua camisa e coloque em torno do rosto.


Casos mortais: A picada de uma abelha pode ocasionar algo mais grave, como a morte, se a pessoa tiver alergia ao inseto ou se forem muitas as picadas. Nesse caso, não tente tirar cada ferrão: chame imediatamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ou, se possível, leve a pessoa ao hospital.


A abelha: Para garantir e evitar qualquer complicação, recolha uma amostra do inseto que efetuou a picada. Isso poderá facilitar o trabalho dos médicos.


Os efeitos: Os principais efeitos da picada em uma pessoa são a dor aguda, queimação e sentimento de calor na região e em alguns casos, dependendo da intensidade, um choque.


Deu pra notar que esses insetos são barra pesada, não é? Não dá para dar chance ao azar. Evite o ataque de abelhas e garanta a sua integridade física.



https://fortissima.com.br/2014/08/21/confira o que fazer para socorrer uma vitima de ataque de abelhas 14654251/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletA Barata

bulletmineirinho genial! nova lima - cidade natal marquês de sapucaí - o poeta imortal!"

bulletNa teia da aranha

bulletPasso do crocodilo mc tiozinho

bulletTô bem



Dicas Veterinárias:

bulletHiperparatireoidismo nutricional secundário cara inchada

bulletCães gostam de grama

bulletDoença de addison em cães

bulletPele amarela (icterícia) em cães

bulletA brucelose nos equinos



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet SKS Promoções Silvia Milani sksprom@uol.com.br>

bullet Heloísa Helena Amaro>

bullet Mariana LageMarques Médica Veterinária graduada pela Universidade Paulista em 2002. Mestre em Cirurgia pela FMVZUSP em 2008. Sócia Fundadora ABOV (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária), 2002. Faço atendimento odontológico móvel. >

bullet Bruno Evaristo>

bullet Kadu Camargo Professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, responsável pelo G.E.R.E. (Grupo de Estudos em Reprodução Equina PUCPR); Doutorando do Programa de Pós Graduação em Medicina Animal: Equinos, na área da Reprodução Equina da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). E mail: kaducamargo@gmail.com Leia mais sobre esse assunto em https://www.revistahorse.com.br/imprensa/cuidados durante a gestacao de eguas os primeiros 60 dias sao os mais criticos/20170410 175102 j086>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletFamoso pra cachorro (in the doghouse)

bulletO cavalo de ferro (the iron horse)

bulletO mar não está prá peixe: tubarões à vista! (the reef 2: high tide)

bulletFilhote (cachorro / bear cub)

bulletUm homem chamado cavalo (a man called horse)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletA volta do gato preto

bulletExplicação dos pássaros

bulletLivro de banho galinha pintadinha

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

bulletVida de cão

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos