Home Page > Dicas Veterinárias > Confira o que fazer para socorrer uma vítima de ataque de abelhas

Confira o que fazer para socorrer uma vítima de ataque de abelhas


Ataque de abelhas é algo muito perigoso e saber como socorrer a vítima pode tantosalvar a sua vida quanto amenizar a dor. É preciso ter alguma noção de como proceder nesses momentos e de como evitar que eles aconteçam.


Veja agora algumas dicas do que deve ser feito em caso de um ataque de abelhas e como evitar este inconveniente.


ataque-de-abelhas


Para se prevenir de um ataque de abelhas, evite os locais próximos de colmeias. Foto: Shutterstock


Como evitar um ataque de abelhas


Locais habituais das colmeias: Existem alguns locais que são clássicos para que as abelhasmontem as suas colmeias. Buracos nas paredes, postes e árvores ocos, casas abandonadas e até na beira de edifícios ou dos de telhados das casas tradicionais são os lugares mais “requisitados”.


Evite esses lugares: Se você já sabe que em determinado lugar existe uma colméia de abelhas, evite o local. Não tente passar nem correndo pela região, pois pode intimidar os insetos e causar um grande ataque de abelhas.


Não chame a atenção: Para não causar o interesse ou mesmo a fúria das abelhas, as sugestões são não interagir com elas, não atacá-las e, se possível, evitar perfumes ou produtos que transmitam um cheiro forte.


Fuja: Você evitou, mas não deu, as abelhas notaram a sua presença. O que deve ser feito? Corra, corra que nem Forrest Gump. Se conseguir, corra dentro de alguma plantação realizando zig-zag. E só pare quando tiver certeza absoluta que elas não estão mais atrás de você.


Água: Não tem um plantação por perto nem um ambiente aberto que permita a corrida? Se tiver algum rio ou piscina, mergulhe. Uma das formas mais clássicas de evitar um ataque desses é indo para baixo da água.


O que fazer em caso de ataque de abelhas


Picadas: Se você sofreu apenas uma picada, o ideal é remover o ferrão o mais rápido possível com uma pinça e lavar a região com álcool. Coloque um gelo no local ferido, para não inchar muito. Se você não for alérgico, não sofrerá nenhuma complicação a mais.


Proteja a cabeça: Se sofrer um ataque de abelhas, o mais importante é proteger a sua cabeça. Os efeitos das picadas ao longo do corpo não costumam ser tão graves. Em casos mais desesperados, tire a sua camisa e coloque em torno do rosto.


Casos mortais: A picada de uma abelha pode ocasionar algo mais grave, como a morte, se a pessoa tiver alergia ao inseto ou se forem muitas as picadas. Nesse caso, não tente tirar cada ferrão: chame imediatamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ou, se possível, leve a pessoa ao hospital.


A abelha: Para garantir e evitar qualquer complicação, recolha uma amostra do inseto que efetuou a picada. Isso poderá facilitar o trabalho dos médicos.


Os efeitos: Os principais efeitos da picada em uma pessoa são a dor aguda, queimação e sentimento de calor na região e em alguns casos, dependendo da intensidade, um choque.


Deu pra notar que esses insetos são barra pesada, não é? Não dá para dar chance ao azar. Evite o ataque de abelhas e garanta a sua integridade física.



https://fortissima.com.br/2014/08/21/confira o que fazer para socorrer uma vitima de ataque de abelhas 14654251/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCachorro perigoso tche garotos

bulletBeira Mar

bulletVióla e o carro de boi

bulletCaminheiro

bulletAranha itamar assumpção



Dicas Veterinárias:

bulletEscovação

bulletGatinha não brinca

bulletViajando com seu cão

bulletTerapia assistida por animais

bulletAs infecções parasitárias do trato respiratório em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Mariana LageMarques Médica Veterinária graduada pela Universidade Paulista em 2002. Mestre em Cirurgia pela FMVZUSP em 2008. Sócia Fundadora ABOV (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária), 2002. Faço atendimento odontológico móvel. >

bullet Gustavo B. Mano >

bullet Ciro Pinheiro Mathias Franco Medico Veterinário atuante em odontologia eqüina. Cel. (11) 98146666 Email: ciromedvet@ig.com.br>

bullet Camila de Oliveira Cruz Medicina Veterinária na Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo/SP>

bullet Giorgia Bach advocacia@praticaclinica.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletQuigley - um cachorro pra lá de humano (quigley)

bulletTubarao i

bulletFeito cães e gatos (the truth about cats and dogs)

bulletO mar não está prá peixe o mar não está prá peixe

bulletTubarao ii



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletPassaros sao eternos, os

bulletO gato e a revolução

bulletExplicação dos pássaros

bulletMarley e eu

bulletPasso, trote, galope - uma familia e seus cavalos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos