Home Page > Dicas Veterinárias > Como educar um cachorro surdo

Como educar um cachorro surdo


E aí, como faz pra treinar um cão surdo, já que ele não escuta o que falamos?


Estive em 2014 em Cabreúva-SP para aprender mais acerca de uma técnica de treino chamada Clicker Training. Neste curso conheci uma médica praticante de agility que tinha um filhote de Papillon surdo. Conversando com ela vi a expectativa de treinar o dog para truques e também para colocá-lo no agility. E a pergunta que não quer calar: E aí, como você vai fazer com o treino?A resposta foi “vou marcar gestual e recompenso!”… Wow! Fiquei surpreso com a convicção dela e já em seguida da resposta, puxou do celular e me mostrou vídeos do treino… Apesar de ler sempre e estudar muito sobre sistemas de treinos e métodos, apenas sabia que era possível treinar, mas nunca havia conhecido uma pessoa que tivesse utilizando o que a base científica manda!



Se você procurar por esse assunto no Google agora, aparecerão inúmeras informações sobre este sistema de treino, o Clicker Training, e justamente pela quantidade de informações que aparecem sobre o clicker, peço a você paciência na hora de analisar esta técnica, pois há uma série de informações distorcidas e que podem vir a prejudicar sua relação com seu cão companheiro. Mas o tema Clicker vou deixar para um próximo post.



Mas o que é Clicker Training?


Click é um som emitido por um pequeno artefato (veja a foto abaixo) e que tem como finalidade marcar o comportamento correto, ou seja, o comportamento pelo qual o animal será recompensado. O clicker é utilizado no treino de cães e também de vários animais silvestres, aves, selvagens.


como


Partindo deste pressuposto, podemos marcar comportamentos não só utilizando sons (que seriam captados pela audição), mas também, podemos utilizar luzes e gestos (que seriam captados pela visão). Toda vez que o cão acertar, antes de entregar um petisco você pode acender uma luz laser ou fazer um gesto de positivo com a mão, que o seu cão companheiro associará esta ação com a guloseima, e buscará repetir o comportamento marcado, ou seja, o comportamento considerado correto.


Eu acredito inclusive que seja mais fácil treinar um cão surdo do que um cão que escuta


Garanto que você está se perguntando: como assim é mais fácil? Temos duas formas de comunicação interespécie:


  1. Gestual / Postura corporal
  2. Verbal

Pode-se observar que construímos a segunda em cima da base da primeira, ou seja, ensinamos os significados de determinadas palavras e sons baseados no comportamento ou ação já aprendidos por meio de gestos ou postura corporal.


Na parte prática do meu treinamento online de Adestramento, o curso: Educação Canina Meu Cão Companheiro, separo em quatro fases distintas a construção de um comportamento.


  1. Induzir com petisco
  2. Gesto para confirmação do comportamento aprendido
  3. Gesto somado ao pedido verbal
  4. Pedido Verbal

Para um cão surdo não precisaríamos passar pelas fases 3 e 4, necessitando apenas das duas primeiras. Logicamente haverá restrições como soltar o cão no parque ou criar comportamento do lançado (pedido para o cão ir a um determinado ponto, contorná-lo e retornar), porém para quem busca treinar um cão com surdez num nível mais avançado há outras formas de conseguir estes comportamentos.


Então não vejo motivos para não educar um cão surdo em razão dessa sua característica, tampouco descartar o cão por conta deste problema. Há formas de adequar o treino e conseguir excelentes resultados, basta apenas começar a trabalhar, com consistência, disciplina, paciência e com treino positivo. Será ótimo para o seu cão companheiro, e para você!



Rafael Wisneski http://blog.meucaocompanheiro.com/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletHomem-aranha

bulletMeus Gatos

bulletGavião cacuriá de dona teté

bulletFesta do boi bumba

bulletEu te devoro



Dicas Veterinárias:

bulletAnimais de estimação podem diminuir o risco de alergia das crianças

bulletDoença contração muscular (mioclonia) em cães

bulletVozes silenciosas

bulletO câncer de nariz (fibrossarcoma) em cães

bulletsuperprodução de glóbulos brancos na medula óssea em cães



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet UNESCO em Bruxelas, no dia 27 de janeiro de 1978>

bullet Pedro Lauane Barbosa Campioni VET HOME clinica veterinária e banho e tosa vinhedosp (19) 38865677 >

bullet sergio villa santi svillasanti@aolcom
embaixador da oster no brasil
república dos c?es
avorozimbo maia, 1515, cambui, campinas/sp
fone: (19) 3255-1578>

bullet Av. Brasil 1772, Jd. Chapad?o Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 (19) 9822 3758 contato@edosbichos.com.br>

bullet Israel M. BleichDiretor Técnico do Laboratório CEPAV Tecnologia em Saúde AnimalR. Tanabí, 185 S?o Paulo SP BRASILCEP05002010 Fone/Fax (011) 38729553email: info@cepav.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletBingo - esperto pra cachorro (bingo)

bulletJurassic park ii

bulletA verdadeira história do gato de botas (la véritable histoire du chat botté / the true story of puss n boots)

bulletThe dark knight (2008)

bulletComo cães e gatos (cats e dogs)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletUm gato indiscreto e outros contos

bulletEu não sou cachorro, não

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

bullet97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletO gato e a revolução

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos