Home Page > Dicas Veterinárias > Como comprar um cachorro de raça?

Como comprar um cachorro de raça?


 


Nessa segunda parte do nosso guia para aquisição de um filhote saudável, vamos abordar alguns dos temas que devem ser levados em conta antes de levar o seu novo amigão para casa. A primeira coisa que será necessário, é entender como escolher da melhor maneira o cachorro que será nosso companheiro por muitos e muitos anos. Vamos falar então da primeira etapa desse processo: a escolha do filhote. Caso você ainda não tenha lido a primeira parte deste guia, clique aqui.


Comprar um cachorro de raça – A escolha do filhote


Os filhotes mais desinibidos, que correm para nos cumprimentar antes dos outros e que brigam com os irmãos por causa de um brinquedo, ou de comida, costumam ser os dominantes, portanto leve isso em consideração na hora de fazer a sua escolha, caso isso seja possível. Se a sua intenção é de ter um filhote mais calmo e submisso, por exemplo, procure observar o comportamento do filhote antes de fazer a escolha definitiva.


É normal haver alguma diferença de comportamento e até mesmo de tamanho entre um macho e uma fêmea, apesar de exemplares de ambos os sexos costumarem ser igualmente inteligentes e apegados a família. Os machos geralmente são maiores, e alguns tendem a ser mais dominantes que outros. No caso das cadelas, devemos considerar os períodos de cio ( que normalmente ocorrem a cada 6 meses), quando elas devem sangrar durante mais ou menos uma semana, de maneira similar à menstruação das mulheres. O período completo de cio dura cerca de 21 dias.


Mas, devido a vários fatores e diferentes circunstâncias, pode não ser possível fazer a escolha de um filhote entre todos os irmãos de ninhada. Muitas vezes, nem mesmo haverá disponibilidade de filhotes de ambos os sexos para escolha. Isso nos leva a pensar em outra decisão extremamente importante na hora de se adquirir um cachorro de raça: a escolha do criador.


 


Como comprar um cachorro de raça?


Comprar um cachorro de raça – A escolha do criador


Este é, sem dúvida, um dos pontos mais delicados na hora de se adquirir um cão de raça pura. A escolha do criador é um passo muito importante, já que, muitas vezes, será necessário que você confie a ele a escolha do seu filhote. Suas opções são as seguintes:


Comprar um cachorro de raça – Comprar em um Pet Shop ou Feira de Filhotes


Esta é, sem dúvida, A PIOR OPÇÃO. A criação desses cães é pobre, os filhotes não são criados de maneira adequada, dificultando que se desenvolvam naturalmente. Este tipo de criação visa uma alta lucratividade, que é obtida pelo pouco investimento nos cuidados com os filhotes, que acabam sendo fracos, infelizmente muito mal cuidados e muitas vezes doentes. Evite incentivar este tipo de criação e procure melhor ao invés de realizar uma compra por impulso.


Comprar um cachorro de raça – Comprar de um “Criador de Garagem” ou “Marinheiro de Primeira Viagem”


Esta é também uma escolha ruim. Este é o sujeito que tem um cachorro de raça no seu quintal e, de repente, acha que será “divertido” ter filhotes, que “as crianças vão aprender muito”, ou pior ainda, apenas para fazer dinheiro fácil com a venda dos filhotes. O chamado criador de garagem não está preparado para buscar um acasalamento ideal, não está atento aos problemas da raça que cria, e muitas vezes, nem se importa. A única intenção é “fabricar filhotes” e quando a brincadeira acabar, vende-se todos rapidamente.


Comprar um cachorro de raça – Comprar de um Criador sério, especialista na raça escolhida


Esta é, sem dúvida, a escolha certa. A criação de cães de raça pura é um hobby, que exige pesquisa, dedicação, cuidado, carinho, respeito aos padrões da raça, a saúde, e, mais importante, ao bem estar dos animais. Quando há dedicação para que os exemplares tenham boa saúde e qualidade genética, os resultados obtidos são superiores.


Comprar um cachorro de raça – Como saber se o criador escolhido é um bom criador?


Nem todo criador está preocupado em realizar um trabalho exemplar com seus animais, portanto esta é uma pergunta justa e muito importante. Para reconhecer um bom criador, fique atento às seguintes recomendações:


1. Verifique se o canil está devidamente registrado em um Kennel Clube participante do sistema internacional FCI (Federação Cinológica Internacional), como por exemplo no Brasil, o sistema CBKC (Confederação Brasileira de Cinofilia).


2. Verifique se o ambiente do canil é limpo, se a aparência dos filhotes é saudável, e se apresentam bom temperamento. O filhote não pode ser medroso, assustado, nem agressivo. Falta de água, resto de ração no chão, diarreia, sujeira excessiva, são maus sinais. Também é um mau sinal, se o criador tentar vender um filhote com menos 45 dias, pois isso pode ser prejudicial ao seu desenvolvimento. Eles devem deixar o canil, de preferência, após os 60 dias de vida.


3. O canil deve apresentar no ato da venda, a carteira de vacina, devidamente assinada, carimbada e datada pelo veterinário responsável, e no tempo devido deve disponibilizar o pedigree original do cão, no caso de cães criados no Brasil, emitido pela CBKC. O canil deve ainda, fornecer contrato de compra e venda para dar ao comprador as garantias necessárias.


4. O canil deve instruir por escrito sobre os cuidados, alimentação, vacinação, e principais dicas sobre a correta criação do filhote.


5. Criadores sinceros estarão hesitantes em vender um filhote para você até se certificarem que o filhote terá boas condições de vida, e que será bem recebido por toda a sua família. É natural que o criador faça algumas perguntas, como por exemplo, se você tem um quintal cercado e com acesso a casa, quais outros cães você tem, se você mora em casa ou apartamento, etc.


Se o criador escolhido preenche todos estes requisitos, é muito provável que você tenha encontrado a pessoa certa para escolher por você o seu filhote. Mas, se você encontrar uma resposta negativa para qualquer um dos tópicos acima, pense duas vezes antes de adquirir o seu filhote. É desta maneira que você vai evitar futuros problemas com a saúde e com o temperamento do seu cão. Não seja impulsivo, procure melhor.


Comprar um cachorro de raça – O preço


Antes de falar um pouco sobre o custo e o preço de um cachorro de raça pura, é importante comentar que não há nada de errado em adotar cãezinhos abandonados, na verdade existem milhões de bons motivos para adotar um cachorro, filhote ou adulto, de raça pura ou não. Na verdade, existem excelentes instituições e abrigos que cuidam de cães abandonados e que podem ajudar no processo de adoção desses lindos bichinhos.


Mas se a sua opção realmente for pela aquisição de um cachorro de raça pura, pense duas vezes antes de procurar por uma uma oferta abaixo do valor de mercado. Lembre-se que a criação de cães de raça, apesar de ser um hobby, gera custos e exige inúmeros investimentos que não devem ser menosprezados. Um filhote criado sem recursos, com pouco ou, muitas vezes, sem nenhum cuidado, não importa quão barato seja, nunca será uma boa opção. Desconfie se o filhote for oferecido por um valor muito inferior ao preço médio da raça que você escolheu.


Comprar um cachorro de raça –  Castrar ou não castrar?


A castração precoce (antes dos 12 meses de vida) é recomendada por muitos especialistas. No caso dos machos, diminui o risco de complicações na próstata, além de eliminar os riscos de câncer testicular. Já as fêmeas castradas não sofrem mais com os períodos de cio, e além disso, a expectativa de vida dos cães castrados pode aumentar sensivelmente. Outro ponto importante é que alguns problemas de temperamento podem diminuir muito com a castração. Os cães castrados precocemente, são cães normais, ativos e felizes, como qualquer outro cão.



http://www.blogdocachorro.com.br/como comprar um cachorro de raca/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletVoa, canarinho, voa

bulletBlues do iniciante

bulletVióla e o carro de boi

bulletNo voo da águia, uma viagem sem fim

bulletNão atire o pau no gato aline barros



Dicas Veterinárias:

bulletOzonioterapia no reparo de fraturas na medicina veterinária

bulletA hora certa de realizar os exames de rotina em seu pet

bulletInflamação disco Verterbral em cães

bulletEquoterapia é eficaz no combate a problemas psicológicos

bulletFratura dos ossos metacárpicos e metatársicos



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Bruno Tausz(Etólogo)>

bullet Rafael Wisneski http://blog.meucaocompanheiro.com/>

bullet Tatiana Grillo
Eu atendo em domicílio em Sorocaba-SP
(15) 3019-2101
http://blogdicasanimais.blogspot.com.br/2016/08/que tamanho vai ficar meu filhote.html>

bullet Fabio Nakabashi (parkvet@gmail.com) CRMVSP 5997 Tel.: (19) 32724001 End.: Av. Francisco de Paula Oliveira Nazareth, 559 Parque Industrial Campinas SP http://parkve6.wix.com/parkvet>

bullet Sérgio Villa Santi>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletPiranhas

bulletGodzilla

bulletRio

bulletHarry, o amigo de tonto

bulletConfusão pra cachorro (dog gone)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletGato viriato

bulletO gato que falava com fantasmas

bulletCachorro tem cada uma

bulletMemorias de um gato

bulletO gato de botas

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos