Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Como fazer um cachorro vomitar

Compartilhe em suas redes sociais:

Como fazer um cachorro vomitar



Você volta para casa e percebe que seu cachorro não parece estar muito bem. Depois de examinar o local, você descobre que ele entrou em contato com alguma substância nociva — algo que poderia colocar a vida do animal em risco se continuasse organismo dele. Não é nada agradável fazer um cachorro vomitar, mas esse pode ser um primeiro passo importante para que ele elimine a toxina do corpo. Para fazer isso, aprenda a administrar água oxigenada, obter tratamento veterinário e seguir algumas regras gerais para induzir um cão a vomitar.

 

Parte 1

Administrando água oxigenada

  1. Imagem

    1

    Descubra se o cachorro precisa vomitar. Antes de induzir o cão ao vômito, veja se essa medida é a melhor a ser tomada. É preciso tomar essa atitude em casa se o animal tiver ingerido alguma das seguintes substâncias:
    • Anticongelante (caso ele tenha engolido em no máximo duas horas).[1]
    • Chocolate.[2]
    • Uva ou uva passa.[3]
    • Paracetamol ou ácido acetilsalicílico.[4]
    • Plantas, como azaleia e narciso.[5]
  2. Imagem

    2

    Leve o cachorro para outro lugar. Se ele estiver deitado na cama dele ou no tapete, é preciso levá-lo para algum lugar antes de induzi-lo ao vômito. Por exemplo, leve-o para o quintal ou coloque-o em algum lugar onde seja possível limpar facilmente o vômito, como uma sala revestida com piso emborrachado.[6]
    • Se o cão estiver fraco, pode ser que ele não consiga andar com facilidade por conta própria. Pode ser necessário carregá-lo ou ao menos ajudá-lo a caminhar para o local desejado.
  3. Imagem

    3

    Dê uma refeição pequena a ele. No começo, pode parecer estranho alimentar um cão para fazê-lo vomitar. No entanto, dar um pouco de comida pode, na verdade, aumentar a chance de que o cão vomite. Uma pequena porção de ração enlatada ou uma fatia de pão são boas opções.[7]
    • A comida enlatada é mais fácil de comer e é mais saborosa do que a ração seca.
    • O cachorro pode não querer comer por conta própria. Se isso acontecer, tente colocar a comida diretamente na boca dele.
    • Não perca muito tempo tentando fazê-lo comer.
  4. Imagem

    4

    Telefone para o veterinário ou para um hospital de animais. Essa medida é muito importante! Não tente fazer o cão vomitar antes de ligar para o veterinário ou para o atendimento do hospital.[8] Quando você telefonar, forneça o máximo de informações que puder para que os especialistas consigam instruí-lo sobre o que fazer (e o que não fazer) em seguida. Dentre as informações importantes estão:
    • O que você acha que o cão ingeriu (plantas tóxicas, produtos de limpeza, chocolate).
    • Há quanto tempo você acha que ele comeu a toxina.
    • Os sintomas do cão.
    • O tamanho do cachorro.
  5. Imagem

    5

    Descubra a quantidade de água oxigenada em uma solução de 3% (10 volumes) o cachorro precisa. Se o veterinário disser que é bom induzir o cão ao vômito, dê a água oxigenada, encontrada em qualquer farmácia, ao animal. Esse é o produto mais usado para provocar o vômito em cães.[9] Dê uma colher de chá de água oxigenada para cada 4,5 kg de peso corporal do animal.[10]
    • Use uma colher com medidas para dosar a quantia correta de água oxigenada.
  6. Imagem

    6

    Administre a substância. a essa quantia de água oxigenada com um conta-gotas[11] e despeje-a o mais profundo que puder na língua do animal.[12]
    • Não misture a água oxigenada na comida ou na água do bichinho antes de medir com o conta-gotas.[13]
  7. Imagem

    7

    Leve o cão para passear. A caminhada pode incentivá-lo a vomitar ao permitir que a água oxigenada seja misturada aos restos que estiverem no estômago do animal.[14] Caminhe com ele por cerca de cinco minutos. Se o cachorro não quiser andar, balance ou mexa a barriga dele com delicadeza.[15]

  8. Imagem

    8

    Espere o cachorro vomitar. Geralmente, o animal vomita cinco minutos após a administração da água oxigenada. Se ele não vomitar em até dez minutos, dê outra dose da substância.[16]
    • Algumas fontes dizem para não dar mais do que duas doses de água oxigenada ao cão.[17] Já outras acham que é aceitável dar até três doses.[18] Antes de dar a terceira dose, ligue para o veterinário.

 

Parte 2

Recebendo os cuidados de um veterinário

  1. Imagem

    1

    Leve o animal de estimação ao veterinário. O cachorro precisa receber tratamento do veterinário mesmo que já tenha vomitado. Vomitar é apenas uma maneira rápida de ajudar na recuperação, mas não retira toda a toxina do estômago do cão.[19] Cuidados veterinários são essenciais se o cão não vomitar, o que significa que ele precisa de alguma coisa mais forte do que água oxigenada.[20]
    • Não demore para levar o cão ao veterinário.
    • Se ele tiver vomitado, tire uma foto para mostrar para o veterinário.
  2. Imagem

    2

    Conte ao veterinário o que aconteceu. Mesmo que já tenha falado com o profissional antes de dar a água oxigenada, é útil repetir o que houve enquanto o médico examina o cachorro. Você também precisa dizer a ele a quantia de água oxigenada dada ao cão e quantas vezes a medida foi tomada.
    • Se o animal vomitou, descreva como era a aparência do vômito ou mostre uma foto.
  3. Imagem

    3

    Deixe o veterinário cuidar do seu cão. Ele tem acesso a medicamentos que provocam o vômito, assim como a substâncias que ajudam a evitar a absorção de toxinas. Por exemplo, o veterinário pode dar carvão ativado para o cachorro, pois o carvão se liga às substâncias tóxicas no sistema digestivo e evita uma absorção maior.[21]
    • A apomorfina é um medicamento opiáceo que pode induzir cães ao vômito. Geralmente, ela age em cinco ou dez minutos.[22]
    • Uma droga chamada xilazina também pode causar vômito em cães.[23]
    • O veterinário é capaz de indicar o melhor jeito para tratar a ingestão da substância tóxica no bicho de estimação.

 

Parte 3

Aprendendo outros modos de provocar o vômito

  1. Imagem

    1

    Pesquise quais substâncias não podem ser eliminadas por vômito. Certas substâncias podem causar diversos danos depois de ingeridas se forem regurgitadas. Se você souber que o seu cão ingeriu algum dos seguintes produtos, não o induza ao vômito:[24]
    • Água sanitária.
    • Desentupidor.
    • Substâncias à base de petróleo, como gasolina.
  2. Imagem

    2

    Observe sintomas graves de envenenamento. Fazer o cachorro vomitar pode ser perigoso se ele estiver extremamente mal ou desacordado. Se o cão apresentar esses sintomas de envenenamento grave, não o induza ao vômito. Leve-o imediatamente ao veterinário. Observe os seguintes sinais de envenenamento grave:[25]
    • Dificuldade respiratória.
    • Aparência deprimida.
    • Convulsões.
    • Batimentos cardíacos fracos.
    • Inconsciência.
  3. Imagem

    3

    Não use xarope de ipeca ou sal para provocar o vômito. O xarope de ipeca costuma ser recomendado para induzir cães a vomitar. Entretanto, ele pode permanecer no estômago e causar irritação caso o bicho de estimação não consiga vomitar. O sal também não é recomendado, pois pode se tornar tóxico ao ser administrado em grandes quantidades ao cão.[26]

  4. Imagem

    4

    Induza-o ao vômito imediatamente. Se possível, faça o cachorro vomitar no máximo duas horas após ele ter ingerido alguma substância tóxica.[27] Após duas horas, a toxina vai para o intestino, tornando a indução ao vômito ineficaz.[28]

Dicas

  • Ler o rótulo da substância tóxica é uma ótima maneira de saber se o cão deve ou não vomitar.[29]

 

Avisos

  • Objetos pontiagudos podem perfurar a camada que reveste o estômago e o esôfago do animal. Se você souber que o cachorro engoliu um objeto pontiagudo, não o induza ao vômito.[30]


Contatos dos Autores:
https://pt.wikihow.com/Induzir um C%C3%A3o a Vomitar



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletVermifugação

bulletLipidose hepática

bulletDoença de pele degenerativa (dermatite necrolítico) em cães

bulletBrônquios estreitados em cães

bulletAssessorios para hamsters


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Revista Pequenos Cães Grandes Amigos Edição 29 Abril/Maio2010.

bullet Eduardo Lobo, 11 973119698, Rua Lomas Valentinas 358 saude SP, eduardolobo.vet@gmail.com, http://www.equilibriumcursos.com.br , http://www.Facebook.com/Equilibriumvet

bullet Pet Care Hospital Veterinário de São Paulo (11) 3740 2152 (11) 3743 2142 Av. Giovanni Gronchi, 3001 São Paulo SP

bullet Arlette Farias FISH GARDEN (19) 32365073 Campinas SP

bullet Adriana Morales Médica Veterinária CRMV: 6467 Membro do Colégio Brasileiro de Oftamologia Veterinária. Avenida 11 de Agosto, 1693. Valinhos/SP Tel.: 19 38492522

Ver todas as Dicas dos Colunistas




Letras de Música com temas Animais:


bulletSerpente - chiko queiroga

bulletFeliz pra cachorro ..

bulletOceanos suspensos anel dos anfíbios

bulletAnfibios malditos

bulletLindo lago do amor

Ver todas as Letras de Músicas




Cinema, Filmes e Seriados:


bulletO pássaro das plumas de cristal (l uccello dalle piume di cristallo)

bulletAracnofobia

bulletBirdman

bulletKing kong

bulletPets a vida secreta dos bichos


Ver todos os filmes e seriados




Livros Animais

bulletMemorias de um gato

bulletA volta do gato preto

bulletO selo da agonia - livro dos cavalos

bulletExplicação dos pássaros

bulletFalando de passaros e gatos

Ver todos os Livros



Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100


Beija flor
R$ 1


Garça branca grande
R$ 5


Arara vermelha
R$ 10


Mico leão-dourado
R$ 20


Onça pintada
R$ 50


Tartaruga-de-pente
R$ 2


Lobo Guará
R$ 200


Ver todas as Notas e Moedas



Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos