Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Coceiras que incomodam os cães

Compartilhe em suas redes sociais:

Coceiras que incomodam os cães


e é normal o cão ter coceiras esporádicas
contudo, se elas se tornarem frequentes, com queda de p?los e feridas pelo corpo, podem causar grandes inquietude, falta de apetite, perda de peso e infecção crônica de pele causa mais frequentes
e dermatites al e érgicas
e > por picada de pulgas:
causa coceira intermitente com queda de p?los ocorre mais na base da cauda, nas pernas e na barriga, mas em casos crônicos pode atingir outras partes do corpo, como o dorso é tratada com anti-pulgas e,se a alergia for forte, com anti-alérgicos corticóides ou não esteróides e > por inalantes:
conhecida como atopia, origina-se de poeira, ácaros, pólen, desinfetantes e outros produtos químicos aspirados pelo cão coceira aparece primeiro no abdômen e depois s spalha pelo corpo há também queda de p?lo, feridas na pele com infecções, p?lo seco ou engordurado scurecimento da pele e evite o contato do cão com a substância que lhe causa alergia os sintomas são combatidos com anti-alérgico corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e, havendo feridas infectadas, anti-bióticos e > medicamentosa:
aparece primeiro na barriga e se alastra por outras áreas, causando coceira, queda de p?lo, feridas na pele com infecções, p?lo seco ou engordurado scurecimento da pele evite o uso de medicamentos que já causaram alergias no cão o tratamento consiste no uso de anti-alérgicos corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e anti-bióticos, no caso de haver feridas infectadas e > alimentar:
conhecida como dermatite gene e érico-alimentar, é causada pelo excesso ou falta de algum nutriente na alimentação, ou pela sensibilidade do cão a um de seus componentes no primeiro caso, há coceira, perda de peso, queda acentuada dos p?los, vômito e diarréia os tipos mais comuns dessa dermatite são causadas pela defici?ncia de zinco e pela falta de evitamina a no outro caso, há coceiras intensa pelo corpo todo, queda generalizada dos p?los e feridas por toda a pele no tratamento combatem-se os sintomas através de anti-alérgicos corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e anti-bióticos, se houver feridas infectadas sarnas
e >sarcóptica:
conhecida como escabiose canina, é causada pelo ácaro sarcoptes caniso contágio acontece por contato com animal afetado ou com objeto utilizado por esteno início, há uma coceira muito intensa na cabeça, no abdômen e nas patas, que,de t?o intensa, é capaz de levar áperda de peso pode evoluir para queda progressiva de p?los por todo o corpo, vermelhid?o na pele, com aparecimento de crostas e infecções, e posterior enegrecimento da pele deve-se tosar o cão para retirar uma das fontes de alimento do ácaro e inibir a proliferação de bactérias anaeróbicas utiliza-se também soluções parasiticidasá base de amitraz ou lindan , nos casos mais graves, anti-bióticos e anti-al e érgicoso uso da ivermectina também é indicado, mas só deve ser feito por um veterinário, pois algumas raças, como collies, old english sheepdogs e pastores de shetland, são muito sensíveis a esse medicamento, podendo até morrer se houver uma reação alérgica e > demod e écica:
conhecida como sarna negra ou demodicose, é causada pelo ácaro demodex canis os primeiros sintomas são queda de p?los na cabeça e nas extremidades do corpo quando está associada a uma infecção bacteriana, há uma coceira intensa acredita-se que o contágio acontece por contato direto durante os primeiros dias de vida os sintomas só costumam aparecer quando há baixa resist?ncia ( no primeiro ano de vida ou em cães idosos) se não for tratada, a queda de p?los se generaliza e a pele fica enegrecida e com elevações aparecem crostas, e úlceras, pus e há sangramento é tratada com acaricidasá base de amitraz deve-se também usar anti-bióticos, por causa da infecção bacteriana secundária e >otod e écica:
chamada de otoacaríase, é causada pelo ácaro octodectes cynosela causa intensa coceira nas orelhas, podendo se estender para a cabeça e o pescoço há ainda o aparecimento de cerum e enegrecido nas orelhasse não tratada surgem lesões próximo á regi?o contágio se dá por contato direto no tratamento, aplicam-se gotas otológicas de acaricidasá base de amitraz diluídas em óleo mineral a ivermectina também é indicada, o que só deve ser feito por um veterinário dermatite seborréica secundária normalmente acompanha dermatites que causam feridas infeccionadas provoca caspa, coceira e muita queda de p?los raças como beagle, cocker spaniel ingl?s e pastor alem?o t?m tend?ncias hereditária a desenvolver o problema deve-se descobrir a causa da dermatite tratá-la, além de usar xampus medicamentos para p?los secos ou oleosos existe um tipo de seborréia, chamada de idiopática, que apresenta os mesmos sintomas, mas cuja causa ainda é desconhecida causas menos frequentes: e > acme
espécie de espinha que causa coceira e queda de p?lo em geral, aparece sob o queixo é tratada com cremes anti-al e érgicos, anti-inflamatórios e anti-fúngicos piododermatite dos cães pastores:
é causada por vários tipos de bactérias e o pastor alem?o é a raça mais atingida há coceira e queda de p?lo, além de lesões com pus e sangramentos trata-se com anti-alérgicos e anti-bióticos e >dermatite pelo uso de coleira anti-pulgas:
surge quando o cão é alérgico ácoleira anti-pulgas provoca coceira e vermelhid?o ao redor do pescoço deve-se retirar a coleira e usar anti-alérgicos e >queiletielose:
provocada pelo ácaro cheyletiella blakei, causa coceira intensa no dorso e abdômen trata-se com acaricidasá base de amitraz e carbamatos e > rabujo:
o excesso de secreção das glândulas lubrificadoras do ânus faz o animal coçar-se, causando infecção local e até auto-mutilação o tratamento é feito com anti-bióticos e, nos casos mais graves, com a retirada cirúrgica da glândula

http://www.docefera.com.br/coceiras.htm

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletHino do galo da madrugada alceu valença

bulletO burrinho do vizinho

bulletBoi

bulletTelevisão de cachorro pato fu

bulletFlora



Dicas Veterinárias:

bulletParvovirose

bulletComo educar um cachorro surdo

bulletConhecendo mais o ser humano !

bulletAbscessos em cães

bulletCães e gatos podem viver juntos, sim!



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Nayara Zonta, parceria com a VetQuality 56811999>

bullet Dra Cleuma Ferreira, Medica Veterinária, telefone 11 41164783, Rua Jacira, 80 Moema São Paulo/SP, contato@dracleumaferreira.com, www.dracleumaferreira.com, instagram @endocrinopatinha, facebook/endocrinopatinha>

bullet Claudia Niemeyer (11) 77130407 claudia@veterinariaaves.com.br www.veterinariaaves.com.br>

bullet Janaina Biotto Camargo http://www.vilachicopethotel.com.br/ Médica veterinária graduação (2003), residência e mestrado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp de Botucatu; Área de atuação em Anestesiologia, Acupuntura e Terapias complementares.>

bullet Giorgia Bach advocacia@praticaclinica.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletVinte mil léguas submarinas

bulletGato e rato (yu mao san xi jin mao shu)

bulletTubarao ii

bulletO pássaro azul the blue bird

bulletCacados



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletPassaros sao eternos, os

bulletO homem que amava os cachorros

bulletUm gato entre os pombos

bulletA perigosa vida dos passarinhos pequenos

bulletCrianca, cachorro que fala!

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos