Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Problemas ósseos dos animais em crescimento

Compartilhe em suas redes sociais:

Problemas ósseos dos animais em crescimento



1) FRATURAS PEDIÁTRICAS

As fraturas nos animais jovens geralmente ocorrem na regi?o metafisária dos ossos longos. As diáfises dos ossos longos são mais resistentes lásticos do que os ossos de animais mais velhos, portanto comportam mais deflex?o antes de se fraturarem completamente.

As fraturas em galho verde ou incompletas são comuns em filhotes de cães e gatos.

A regi?o metafisária constitui o principal local de crescimento ósseo longitudinal, ela possui um componente cartilaginoso composto de zonas de desenvolvimento, um componente ósseo composto de osso trabecular e um componente fibroso composto de fibroblasto e feixes fibrosos.

A epífise dos animais imaturos possui uma placa de crescimento que dá origem a algum aumento no comprimento ósseo, embora o crescimento significativo longitudinal aconteça na placa de crescimento metafisário.

Em tentativas de redução fechada de fraturas em animais jovens, o osso pode se fraturar facilmente além da fratura inicial, pois esse é geralmente mais mol sensível a forças exercidas sobre le.

O prognóstico para fraturas em animais em crescimento, depende do tipo de lesão, localização da fratura, tipo de reparo e potencial de crescimento restante na placa de crescimento metafisário no momento da lesão.

Algumas fraturas que envolvem a placa de crescimento tem o potencial de retardar ou parar o crescimento ósseo, e criar deformidades dos membros, devido ao encurtamento ou a mudança angular do membro.

Após o reparo da fratura, a consolidação é rápida e a maioria dos animais produz calo exuberante independente do método de imobilização.

A não uni?o é muito incomum.

Em fraturas articulares, a redução anatômica e fixação rígida são necessárias para se restabelecer a articulação funcional.

TRATAMENTO

Se a fratura tiver menos de 48 horas de ocorr?ncia e não for uma fratura de placa de crescimento pode-se reduzi-la e mant?-la na posição com um penso.

A fixação interna é recomendada quando ocorrem:

a. Fraturas que causem deformidades rotacional ou encurtamento,

b. Fraturas que resultam em incongru?ncia da superfície articular,

c. Fraturas que afetem a placa fiseal e, portanto, o crescimento ósseo,

d. Fraturas de f?mur.

Independente da localização da fratura, o método de fixação interna não deve se estender á placa de crescimento metafisário, deve-se deixar um potencial de crescimento. É aceitável cruzar as linhas de fissura com os pinos.

Se for necessária a fixação interna em uma fratura de placa de crescimento, o método escolhido deve proporcionar estabilização adequada e minimizar danos adicionais á fise.

Pinos únicos ou pareados de Kirshnner constituem os implantes de escolha para as fraturas que nvolvam a placa de crescimento metafisário.

Pinos, fios de aço de cerclagem, fixadores externos, placas e parafusos constituem os métodos apropriados de fixação interna para as fraturas diafisárias nos animais imaturos.

CUIDADOS E COMPLICAÇÓES PÓS-OPERATÓRIAS

É necessário remover os pinos que atravessam a placa de crescimento em 3 a 4 semanas para reduzir seus efeitos no crescimento potencial.

Tire radiografias para avaliar sinais de interrupção prematura do crescimento. O fechamento prematuro da fise de um par de ossos (por exemplo, o rádio e da ulna ) geralmente resulta em deformidade angular e incongru?ncia articular significativas.



Contatos dos Autores:
http://www.redevet.com.br/orto/orto.htm



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletFezes e posse responsável : qual é a conexão ?

bulletA declaração universal dos direitos dos animais

bulletLíngua azul

bulletSete dicas para evitar acidentes entre cães e crianças pequenas

bulletCachorro cansado é cachorro feliz


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Vicente Moreno Médico Veterinário CRMVSP 6613 Clínica Veterinária Vicente Moreno Av. Independência, 1062 Valinhos SP Fone: (19) 38491274

bullet Susana Reinhardt Cintra Superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Raça Bretão, Zootecnista. ABCCBretão (19) 38077974/ 97154545 (Susana). Email: cavalobretao@uol.com.br. André Galvão Cintra Presidente da ABBCBretão e Criador

bullet Débora Carvalho Meldau

bullet UniversoEquino.com.br
Médica Veterinaria Mariana Marcantonio Coneglian

bullet Jacqueline R. F. Cremoneze

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletCê topa?

bulletBurro Xucro

bulletMilagre dos peixes

bulletTchuco no tchaco

bulletSucuri

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletIrei como um cavalo louco (j irai comme un cheval fou)

bulletNo olho do gato (dans l oeil du chat)

bulletPássaros livres (plumíferos - aventuras voladoras)

bulletO gato mais rico do mundo (the richest cat in the world)

bulletUm hotel bom pra cachorro (hotel for dogs)


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletFalando de passaros e gatos

bulletMais que um leao por dia

bulletSucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

Ver todos os Livros

Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100

Beija flor
R$ 1

Garça branca grande
R$ 5

Arara vermelha
R$ 10

Mico leão-dourado
R$ 20

Onça pintada
R$ 50

Tartaruga-de-pente
R$ 2

Ver todas as Notas e Moedas

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos