Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Parasite infecção (leishmaniose) em cães

Compartilhe em suas redes sociais:

Parasite infecção (leishmaniose) em cães



Leishmanios em cães

Leishmaniose, o termo médico utilizado para a condição de doente que é provocada pelo protozoário Leishmania, podem ser classificados em dois tipos de doenças em cães: um cutâneo (Pele) reação e um visceral (órg?os abdominais) reação em ; também conhecida como febre negra, a forma mais severa de leishmaniose.

A infecção é adquirida quando flebotomíneos transmitem os parasitas flagelados na pele de um hospedeiro. O período de incubação da infecção os sintomas geralmente é entre um mês a vários anos. Em cães, invariavelmente s spalha pelo corpo para a maioria dos órg?os; renal (rim) o fracasso é a causa mais comum de morte, e praticamente todos os cães infectados desenvolvem a doença visceral ou sist?mica. Tanto quanto 90 por cento dos cães infectados também terá envolvimento da pele. Não existe uma idade, gênero, ou predileção racial; contudo, os machos são mais propensos a ter uma reação visceral.

Os sistemas de órg?os principais afetados são a pele, rins, dumps, fígado, olhos, e articulações. Há também comumente uma reação da pele, com lesões na pele, e queda de cabelo. Há tend?ncia á hemorragia.

Em cães afetados os EUA. são frequentemente encontrados ter adquirido a infecção por Leishmania em outro país, nomeadamente da bacia do Mediterrâneo, Portugal, e Espanha. Houve também casos esporádicos confirmado na Suíça, northern France, e dos Países Baixos,áreas endêmicas encontradas na América do Sul e Central, e no sul do México. Casos end?micos em Oklahoma e Ohio t?m sido relatados em populações de cães lá também.

É importante notar que a leishmaniose é uma infecção zoonótica, e os organismos que residem nas lesões pode ser comunicada aos seres humanos.

Sintomas e tipos de

existem dois tipos de leishmanios em cães: visceral e tegumentar. Cada tipo de afetar diferentes partes do corpo do cão.

Visceral - afeta os órg?os da cavidade abdominal

Severa perda de peso
Perda de apetite (anorexia)
Diarréia
Fezes tardará (menos comum)
Vômitos
Sangramento do nariz
Intolerância ao exercício

Cutânea - afeta a pele

Hiperqueratose - encontrar mais proeminentes; dimensionamento epidérmica com espessamento excessivo, despigmentação (perda da cor da pele), e chapping do focinho e footpads
Alopecia - seca, casaco de cabelos quebradiços com perda de cabelo simétrico
Nódulos geralmente se desenvolvem na superfície da pele
Nódulos e úlceras intradérmica pode ser visto
Anormalmente unhas longas ou frágeis são um achado específico em alguns pacientes

Outros sinais e sintomas associados com leishmaniose incluem:

Linfadenopatia - doença dos linfonodos com lesões de pele em 90 por cento dos casos
Emagrecimento
Sinais de insufici?ncia renal - micção excessiva, sed xcessiva, vômitos possível
Neuralgia - desordem dolorosa dos nervos
Dor nas articulações
Inflamação dos músculos
Les?es osteolíticas - um perfurado-out área com perda óssea grave
Inflamação do revestimento dos ossos; raro
Febre com uma alargada spleed (em cerca de um terço dos pacientes)

Causas

Viajar para regi?es endêmicas (geralmente o Mediterrâneo), onde o cão pode ser exposto a flebotomíneos em ; uma série Leishmania em ; é a forma mais comum de contrair a infecção. Contudo, receber uma transfusão de outro animal infectado também pode levar a leishmaniose.

Diagnóstico

Seu veterinário irá realizar um exame físico completo sobre o seu cão, tendo em conta o historial de sintomas e possíveis incidentes que possam ter levado a essa condição. Um perfil completo de sangue será realizada, incluindo um perfil químico no sangue, um hemograma completo, e um exame de urina. O seu médico irá estar á procura de vid?ncias de doenças como o lúpus, câncer, e cinomose, entre outras possíveis causas para os sintomas. Amostras de tecido da pele, dumps, medula óssea, ou gânglios linfáticos ser?o tomadas para cultura de laboratório, bem como aspirado líquido. Uma vez que existem muitas vezes relacionadose lesões na superfície da pele, uma biópsia de pele será em ordem, bem.

A maioria dos cães com leishmaniose t?m altos níveis de proteína e gamaglobulina, bem como a alta atividade enzimática do fígado. Só assim, seu veterinário terá de liminar febre da carraça como a causa dos sintomas, e pode testar especificamente para o lúpus, a fim de descartá-la ou confirmá-la como uma causa.

Tratamento

A menos que seu cão é extremamente doente, será tratado em ambulatório. Se é magro e cronicamente infectados, você pode precisar de considerar a eutanásia, porque o prognóstico é muito pobre para esses animais. Se seu cão não é severamente infectadas, seu veterinário irá prescrever uma dieta rica em proteínas de alta qualidade, um que é projetado especificamente para a insufici?ncia renal se necessário.

Esta é uma infecção zoonótica, e os organismos que residem nas lesões pode ser comunicada aos seres humanos. Estes organismos nunca será totalmente liminado, e recaída, requerendo tratamento, é inevitável.

existem medicamentos que podem ser úteis no tratamento dos sintomas e no tratamento da doença. Seu veterinário irá aconselhá-lo sobre o melhor curso.



internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletPeão Apaixonado

bulletÊ boi

bulletMelô Da Aranha

bulletSmelly cat

bulletÁgua da minha sede



Dicas Veterinárias:

bulletTumor venéreo transmissível em cães (tvt)

bulletUltrassonografia na reprodução equina, essencial para uma reprodução de qualidade

bulletInflamação da boca e úlceras (crônico) em cães

bulletA sinusite crônica em aves

bulletDegeneração da medula espinhal ? rottweilers



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Adriana Morales Médica Veterinária CRMV: 6467 Membro do Colégio Brasileiro de Oftamologia Veterinária. Avenida 11 de Agosto, 1693. Valinhos/SP Tel.: 19 38492522>

bullet Marina Milos http://www.geocities.com/RainForest/6327/pag2.htm>

bullet M.V Helena Monkevic Casarin 19 993353793 Clinica Juliu´s 32134539>

bullet Paola Christina Ferreira Carneiro Médica Veterinária CRMVSP 8145 Dermatologia e Terapeuta Floral MASTERVET Clínica Veterinária Av. Ângelo Sim?es,1135, Jd. Leonor , Campinas , SP Fone: (19) 32345363 ou 33843323 >

bullet dr joão alfredo kleiner dvm, msc especialista em oftalmologia e clínica cirúrgica geral acvo ophthalmology course wisconsin, madison ? 1998 e-mail: docjak@vetweb.com.br>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletGatos, fios dentais e amassos (angus, thongs and perfect snogging)

bulletK9 - um policial bom pra cachorro

bulletO mar não está prá peixe: tubarões à vista! (the reef 2: high tide)

bulletO corcel negro

bulletA verdadeira história do gato de botas (la véritable histoire du chat botté / the true story of puss n boots)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletEnfermidades dos cavalos

bulletPassaros sao eternos, os

bulletAmazonas aguas, passaros, seres e milagres

bulletQuem e mais feliz: voce ou o seu cachorro?

bulletCama de gato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos