Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Tipagem sanguínea

Compartilhe em suas redes sociais:

Tipagem sanguínea


A tipagem sanguiacute;nea auxilia na determinaccedil;atilde;o destes grupos sanguiacute;neos, facilitando e agilizando a transfusatilde;o nesta espécie que poderaacute; ter uma reaccedil;atilde;o adversa grave logo na primeira transfusatilde;o.

Aproveit este recurso....determine o tipo sanguiacute;neo do seu gato.



TIPAGEM SANGUIacute;NEA EM CAtilde;ES

Determinados antiacute;genos presentes na membrana das células vermelhas(hemaacute;cias) de nossos catilde;es, conferem o tipo sanguiacute;neo a estes animais.

O antiacute;geno 1.1 canino determina o tipo sanguiacute;neo DEA 1.1 positivo, este tipo sanguiacute;neo é o maior responsaacute;vel pela ocorrecirc;ncia de graves reaccedil;otilde;es transfusionais que oferecem grandes riscos de vida a nossos ;companheiros;.

Em busca de maior seguranccedil;a para nossos pacientes e também para nossos colegas veterinaacute;rios, o HEMOVET vem oferecendo o serviccedil;o de tipagem sanguiacute;nea para o tipo DEA 1.1 canino. Um teste raacute;pido que complementa o teste de compatibilidade, assegurando de maneira eficiente o sucesso de um procedimento transfusional.

GRUPOS SANGUIacute;NEOS CANINOS


Os grupos sanguiacute;neos caninos satilde;o classificados como DEA (Dog Erythrocyte Antigen) denominados de antiacute;genos eritrocitaacute;rios caninos.

Jaacute; foram catalogados mais de 20 grupos sanguiacute;neos caninos, porém apenas seis DEA apresentam importacirc;ncia na Medicina transfusional (DEA 1.1, 1.2, 3, 4, 5 e 7). Dentr stes, o DEA 1.1, 1.2 e 7 satilde;o os que apresentam maior risco de reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica com maior ecirc;nfase aos DEA 1.1 e 1.2. Os catilde;es podem expressar mais de um antiacute;geno na superfiacute;cie de suas hemaacute;cias, ou seja, eles podem apresentar antiacute;genos DEA 1.1 e 7 sendo, portanto DEA 1.1 e 7 positivos.

Natilde;o existem aloanticorpos, ou seja, ;anticorpos naturais; para DEA 1.1 e 1.2 nos catilde;es explicando assim a probabilidade miacute;nima de uma reaccedil;atilde;o transfusional hemoliacute;tica agudaem um catilde;o numa primeira transfusatilde;o, porém o teste de compatibilidade é SEMPRE indicado diante da impossibilidade de tipagem sanguiacute;nea devido á fatalidade desta reaccedil;atilde;o

Se, contudo, um catilde;o DEA 1.1 negativo receber sangue DEA 1.1 positivo, haveraacute; a formaccedil;atilde;o de anticorpos ;anti DEA 1.1; sendo, portanto elevada a chance deste animal apresentar uma reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica aguda em uma segunda transfusatilde;o. Assim, a partir da segunda transfusatilde;o recomenda-se a tipagem do doador e receptor sendo imprescindiacute;vel a realizaccedil;atilde;o do teste de compatibilidade.

Diante destes fatos, os doadores ideais seriam os denominados DEA 1.1 negativos, porém satilde;o restritos a algumas raccedil;as como os Greyhounds (pouco popular no Brasil) e Pastores Alematilde;es sendo que estes uacute;ltimos podem ser, também, DEA 1.1 positivos dependendo da regiatilde;o. Segundo a maioria dos estudos, as raccedil;as Labrador, Rottweiler e Golden Retriever satilde;o DEA 1.1 positivos.

Infelizmente, haacute; limitaccedil;otilde;es quanto á realizaccedil;atilde;o da tipagem sanguiacute;nea no Brasil apesar de rotineira em outros paiacute;ses em que a Medicina Transfusional é mais difundida na Veterinaacute;ria.


GRUPOS SANGUIacute;NEOS FELINOS

Os gatos possuem trecirc;s grupos sanguiacute;neos: A, B e AB. Natilde;o existe um doador universal, pois diferente do catilde;o, os gatos possuem ;anticorpos naturais; sendo assim haacute; probabilidade de ocorrecirc;ncia de reaccedil;atilde;o transfucional hemoliacute;tica em uma primeira transfusatilde;o sanguiacute;nea.

Segundo a maioria dos estudos de tipagem sanguiacute;nea em felinos, os grupos sanguiacute;neos estatilde;o relacionados com a raccedil;a além de serem variaacute;veis nas vaacute;rias regiotilde;es do mundo. No Brasil, natilde;o haacute; estudos sobre a prevalecirc;ncia dos tipos sanguiacute;neos na populaccedil;atilde;o felina.

Em geral, segundo estudos no exterior, 90% dos gatos da raccedil;a Siamecirc;s satilde;o do tipo A. Outras pesquisas revelam que 20 % dos persa satilde;o do tipo B. Sendo assim, na impossibilidade de tipagem sanguiacute;nea, evitar a transfusatilde;o entre raccedil;as distintas e SEMPRE realizar o teste de compatibilidade. A ocorrecirc;ncia do grupo sanguiacute;neo AB é rara segundo a literatura mundial.

A reaccedil;atilde;o é fatal do tipo aguda em transfusotilde;es de doadores do tipo A ou AB para receptores do tipo B com febre, icteriacute;cia e destruiccedil;atilde;o das hemaacute;cias transfundidas em 24 horas. Entretanto, pacientes do tipo sanguiacute;neo A recebendo tipo B ou AB, apresentam uma reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica tardiapodendo ocorrer reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica agudadevido a presenccedil;a de anticorpos ;anti-A; no plasma do doador de tipo sanguiacute;neo B.



Hemovet Laboratório e Centro de hemoterapia veterinária M.V. Simone Gonçalves CRMV SP 10141 Rua José Macedo, 98. Pq São Lucas F. 29188050

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCanção da meia-noite nenhum de nós

bulletdia de cão

bulletAdmirável gado novo

bulletJulieta tá

bulletPassaro de fogo e



Dicas Veterinárias:

bulletO que é um cinotécnico

bulletCeratoconjuntivite seca

bulletComo tratar um cão sangrando

bulletCuriosidade problemas e doenças no casco de cavalos

bulletConviver com animais faz bem para a saúde



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Magda Izidio de Souza, Médica Veterinária>

bullet Carlos Artur Lopes Leite é médicoveterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UF>

bullet Mariana LageMarques Médica Veterinária graduada pela Universidade Paulista em 2002. Mestre em Cirurgia pela FMVZUSP em 2008. Sócia Fundadora ABOV (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária), 2002. Faço atendimento odontológico móvel. >

bullet Sérgio Villa Santi>

bullet Marco Antonio Gioso FMVZ USP>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletPeixe grande e suas histórias maravilhosas (big fish)

bulletHarry, o amigo de tonto

bulletNo olho do gato (dans l oeil du chat)

bulletGato e rato (yu mao san xi jin mao shu)

bulletBatman begins (2005)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletAves-simbolos dos estados brasileiros, as

bulletA volta do gato preto

bulletMais que um leao por dia

bulletUm gato indiscreto e outros contos

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos