Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Dicas Veterinárias > Tipagem sanguínea

Compartilhe em suas redes sociais:

Tipagem sanguínea



A tipagem sanguiacute;nea auxilia na determinaccedil;atilde;o destes grupos sanguiacute;neos, facilitando e agilizando a transfusatilde;o nesta espécie que poderaacute; ter uma reaccedil;atilde;o adversa grave logo na primeira transfusatilde;o.

Aproveit este recurso....determine o tipo sanguiacute;neo do seu gato.



TIPAGEM SANGUIacute;NEA EM CAtilde;ES

Determinados antiacute;genos presentes na membrana das células vermelhas(hemaacute;cias) de nossos catilde;es, conferem o tipo sanguiacute;neo a estes animais.

O antiacute;geno 1.1 canino determina o tipo sanguiacute;neo DEA 1.1 positivo, este tipo sanguiacute;neo é o maior responsaacute;vel pela ocorrecirc;ncia de graves reaccedil;otilde;es transfusionais que oferecem grandes riscos de vida a nossos ;companheiros;.

Em busca de maior seguranccedil;a para nossos pacientes e também para nossos colegas veterinaacute;rios, o HEMOVET vem oferecendo o serviccedil;o de tipagem sanguiacute;nea para o tipo DEA 1.1 canino. Um teste raacute;pido que complementa o teste de compatibilidade, assegurando de maneira eficiente o sucesso de um procedimento transfusional.

GRUPOS SANGUIacute;NEOS CANINOS


Os grupos sanguiacute;neos caninos satilde;o classificados como DEA (Dog Erythrocyte Antigen) denominados de antiacute;genos eritrocitaacute;rios caninos.

Jaacute; foram catalogados mais de 20 grupos sanguiacute;neos caninos, porém apenas seis DEA apresentam importacirc;ncia na Medicina transfusional (DEA 1.1, 1.2, 3, 4, 5 e 7). Dentr stes, o DEA 1.1, 1.2 e 7 satilde;o os que apresentam maior risco de reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica com maior ecirc;nfase aos DEA 1.1 e 1.2. Os catilde;es podem expressar mais de um antiacute;geno na superfiacute;cie de suas hemaacute;cias, ou seja, eles podem apresentar antiacute;genos DEA 1.1 e 7 sendo, portanto DEA 1.1 e 7 positivos.

Natilde;o existem aloanticorpos, ou seja, ;anticorpos naturais; para DEA 1.1 e 1.2 nos catilde;es explicando assim a probabilidade miacute;nima de uma reaccedil;atilde;o transfusional hemoliacute;tica agudaem um catilde;o numa primeira transfusatilde;o, porém o teste de compatibilidade é SEMPRE indicado diante da impossibilidade de tipagem sanguiacute;nea devido á fatalidade desta reaccedil;atilde;o

Se, contudo, um catilde;o DEA 1.1 negativo receber sangue DEA 1.1 positivo, haveraacute; a formaccedil;atilde;o de anticorpos ;anti DEA 1.1; sendo, portanto elevada a chance deste animal apresentar uma reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica aguda em uma segunda transfusatilde;o. Assim, a partir da segunda transfusatilde;o recomenda-se a tipagem do doador e receptor sendo imprescindiacute;vel a realizaccedil;atilde;o do teste de compatibilidade.

Diante destes fatos, os doadores ideais seriam os denominados DEA 1.1 negativos, porém satilde;o restritos a algumas raccedil;as como os Greyhounds (pouco popular no Brasil) e Pastores Alematilde;es sendo que estes uacute;ltimos podem ser, também, DEA 1.1 positivos dependendo da regiatilde;o. Segundo a maioria dos estudos, as raccedil;as Labrador, Rottweiler e Golden Retriever satilde;o DEA 1.1 positivos.

Infelizmente, haacute; limitaccedil;otilde;es quanto á realizaccedil;atilde;o da tipagem sanguiacute;nea no Brasil apesar de rotineira em outros paiacute;ses em que a Medicina Transfusional é mais difundida na Veterinaacute;ria.


GRUPOS SANGUIacute;NEOS FELINOS

Os gatos possuem trecirc;s grupos sanguiacute;neos: A, B e AB. Natilde;o existe um doador universal, pois diferente do catilde;o, os gatos possuem ;anticorpos naturais; sendo assim haacute; probabilidade de ocorrecirc;ncia de reaccedil;atilde;o transfucional hemoliacute;tica em uma primeira transfusatilde;o sanguiacute;nea.

Segundo a maioria dos estudos de tipagem sanguiacute;nea em felinos, os grupos sanguiacute;neos estatilde;o relacionados com a raccedil;a além de serem variaacute;veis nas vaacute;rias regiotilde;es do mundo. No Brasil, natilde;o haacute; estudos sobre a prevalecirc;ncia dos tipos sanguiacute;neos na populaccedil;atilde;o felina.

Em geral, segundo estudos no exterior, 90% dos gatos da raccedil;a Siamecirc;s satilde;o do tipo A. Outras pesquisas revelam que 20 % dos persa satilde;o do tipo B. Sendo assim, na impossibilidade de tipagem sanguiacute;nea, evitar a transfusatilde;o entre raccedil;as distintas e SEMPRE realizar o teste de compatibilidade. A ocorrecirc;ncia do grupo sanguiacute;neo AB é rara segundo a literatura mundial.

A reaccedil;atilde;o é fatal do tipo aguda em transfusotilde;es de doadores do tipo A ou AB para receptores do tipo B com febre, icteriacute;cia e destruiccedil;atilde;o das hemaacute;cias transfundidas em 24 horas. Entretanto, pacientes do tipo sanguiacute;neo A recebendo tipo B ou AB, apresentam uma reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica tardiapodendo ocorrer reaccedil;atilde;o hemoliacute;tica agudadevido a presenccedil;a de anticorpos ;anti-A; no plasma do doador de tipo sanguiacute;neo B.



Contatos dos Autores:
Hemovet Laboratório e Centro de hemoterapia veterinária M.V. Simone Gonçalves CRMV SP 10141 Rua José Macedo, 98. Pq São Lucas F. 29188050



O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletCoronavírus canino: reforçar o sistema imunitário nos cachorros

bulletO modelo animal

bulletRanch sorting: modalidade esportiva familiar

bulletO que fazer com seu pet em dias de chuva?

bulletPrincípios de equitação


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Dan Wroblewski www.bordercollie.com.br dw@parquecanino.com.br

bullet Susana Reinhardt Cintra Superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Raça Bretão, Zootecnista. ABCCBretão (19) 38077974/ 97154545 (Susana). Email: cavalobretao@uol.com.br. André Galvão Cintra Presidente da ABBCBretão e Criador

bullet Paola Christina Ferreira Carneiro Médica Veterinária CRMVSP 8145 Dermatologia e Terapeuta Floral MASTERVET Clínica Veterinária Av. Ângelo Sim?es,1135, Jd. Leonor , Campinas , SP Fone: (19) 32345363 ou 33843323

bullet Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gestão da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com

bullet REINALDO CORTIVATO , GINETE DA RAÇA LUSITANA HÁ 22 ANOS. MEU CEL:019 98909122 enbsp;HARAS MINERAL ITAPIRA.

Ver todas as Dicas dos Colunistas




Letras de Música com temas Animais:


bulletBicho cantador

bulletTocando em frente

bulletCobras essiele

bulletÁguas de março

bulletCavalos Calados

Ver todas as Letras de Músicas




Cinema, Filmes e Seriados:


bulletNetto e o domador de cavalos

bulletO miado do gato (the cat s meow)

bulletTubarao i

bulletGato e rato (yu mao san xi jin mao shu)

bulletQualquer gato vira-lata


Ver todos os filmes e seriados




Livros Animais

bulletO estranho caso do cachorro morto

bulletLivro dos passaros magicos, o

bulletFalando de passaros e gatos

bullet97 maneiras de fazer seu cachorro sorrir

bulletPassaro-camaleao, o

Ver todos os Livros



Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100


Beija flor
R$ 1


Garça branca grande
R$ 5


Arara vermelha
R$ 10


Mico leão-dourado
R$ 20


Onça pintada
R$ 50


Tartaruga-de-pente
R$ 2


Lobo Guará
R$ 200


Ver todas as Notas e Moedas



Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos