Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Home Page > Notícias > moradores de sp reclamam de proliferação de mosquitos fora de época

Compartilhe em suas redes sociais:

moradores de sp reclamam de proliferação de mosquitos fora de época


 

Forca-tarefa

Forca-tarefa especial de combate a infestacao do Culex (pernilongos) e da dengue no Alto da Lapa, em Sao Paulo Imagem: Danilo Verpa/Folhapress

Cleber Souza

Do UOL, em São Paulo

15/09/2020 04h00

Moradores de bairros da zona oeste e da zona sul de São Paulo reclamam da grande quantidade de mosquitos em casa e nas ruas. Mas as queixas são diferentes. Enquanto em uma região os vizinhos dizem que não estão acostumados com o problema nesta época do ano; em outra, eles reclamam que a quantidade de pernilongos incomoda durante o ano todo.

A Prefeitura afirma que o serviço de dedetização não foi interrompido nem reduzido durante a quarentena e 1.142 agentes trabalham no controle de mosquitos na cidade. A única orientação que mudou foi para que estes agentes não entrem nas casas das pessoas. (leia mais abaixo)

"Uso spray, no fim da tarde fecho toda a casa para reduzir a circulação dos mosquitos e uso raquete elétrica", diz a jornalista Paula Lieff, 44, que mora no Alto de Pinheiros, zona oeste. "Uma coisa impressionante. É uma nuvem de mosquitos, mais agressivos, os repelentes não dão conta. Você mata e sempre surge mais. Estamos no inverno com cara de verão por causa dessa infestação."

O advogado Marcelo Campagnolo, 55, que é vice-presidente da SAAP (Associação de Amigo do Alto de Pinheiros), afirma que já recebeu diversas reclamações e ele mesmo tem se incomodado com a infestação. "Tenho que fechar minhas janelas à 17h, caso contrário é impossível ficar em casa. Venho tendo esse problema há pelo menos 60 dias."

Outros moradores que vivem perto do Rio Pinheiros têm reclamado nas redes sociais e chegaram a fazer um abaixo-assinado para tentar resolver a questão. Até ontem, o documento tinha mais de 30 mil assinaturas.

 

Foto

Foto mostra mosquitos mortos em banheiro de Marcelo Campagnolo

Imagem: Arquivo Pessoal

 

Nas margens da represa, a época do ano não importa

Às margens das represas da zona sul da capital, a impressão é que não importa a época do ano nem a temperatura.

"Aqui a gente sempre sofreu com os mosquitos. A Prefeitura passa às vezes com uma fumaça, mas que não muda nada. No café da manhã, na janta, no frio ou no calor, mosquito é o que mais tem aqui", diz a empregada doméstica Rosangela Cristina, 53 anos, que mora no Jardim Castro Alves, na região da Billings.

"Mas também, vamos esperar o quê? Córrego a céu aberto, lixos em calçadas, matos próximos sem uma manutenção. Até eu que não sou estudada sei que esses bichos só aparecem com a sujeira."

No Jardim Guarapiranga, perto da represa com o mesmo nome, a auxiliar de recepção Kelly Santos, 28, afirma que os pernilongos incomodam dentro e fora de casa.

"Você não pode deixar uma panela no fogão que aparecem vários voando", diz. "Falta um cuidado maior em higienização e zeladoria, principalmente das margens dos rios e das represas."

 

Rotina

Rotina de Paula Lieff: Inseticida e raquete na janela diariamente

Imagem: Arquivo Pessoal

 

Luz, calor e umidade atraem mosquitos, dizem biólogos

Não há estudos que comprovem uma maior proliferação de mosquitos este ano. Para entender o que está acontecendo, o UOL conversou com três biólogos.

O diretor do Instituto de Biologia da UFBA (Universidade Federal da Bahia), Francisco Kelmo, confirma que os mosquitos se reproduzem próximos a fontes de água e se beneficiam do calor. Por isso, a alta temperatura nessa época pode ter influenciado. E a quarentena também.

Ele afirma que estes insetos são atraídos pela luz —por isso, dentro dos imóveis, eles aparecem mais ao anoitecer, quando as luzes são acesas.

"Com a pandemia, as luzes de muitos estabelecimentos ficam apagadas e as das casas, acesas. Assim, os mosquitos vão para onde tem luz acesa. Outro fator é que eles são atraídos por substâncias que são liberadas no suor das pessoas", diz.

O biólogo Paulo Roberto Urbinatti, entomologista da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo), acredita que a sensação de uma quantidade maior de mosquitos pode ser explicada pela permanência das pessoas em suas casas na quarentena. Mas ele não descarta a relação com a temperatura, que tem sido alta nos últimos dias.

"O ano todo tem mosquito, mas o mais comum é no verão. As estações não são mais definidas como antigamente. É uma coisa atípica. Isso tem favorecido a aparição precoce desses mosquitos fora de época", afirma.

Sérgio dos Santos Bocalini, especialista em entomologia urbana pelo Instituto de Biociências da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e mestre em Ciências pela USP, destaca a importância dos serviços de zeladoria.

"Essa infestação acontece em função do comportamento do mosquito de colocar os seus ovos em rios e córregos. Com a grande quantidade de matéria orgânica nesses locais —o esgoto —e com a falta de chuvas, essa matéria orgânica acaba ficando mais concentrada e o aumento de temperatura contribui para acelerar desenvolvimento desses mosquitos", diz.

Serviço continuou na pandemia, diz Prefeitura

A Prefeitura afirma, em nota, que os serviços de dedetização continuaram normalmente, apesar da pandemia do novo coronavírus. Segundo a administração municipal, não houve redução da mão de obra e 1.142 agentes de saúde ambiental e de combate a endemias trabalham em ações de controle de mosquitos.

"Houve apenas orientações técnicas para os agentes não entrarem nas casas e manterem as inspeções para eliminação de criadouros em quintais, garagens e jardins. Antes da pandemia, toda residência era inspecionada", diz a nota.

Ainda segundo a Prefeitura, foram feitas mais de 2,7 milhões de visitas para controle de mosquitos entre janeiro e agosto deste ano —aumento de 7,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Prefeitura informa que gastou mais com EPIs (equipamentos de proteção individual) e equipamentos de controle de mosquitos. Em 2019, foram cerca de R$ 4,2 milhões em EPIs. Entre janeiro e agosto deste ano, o valor atingiu R$ 3,4 milhões.

A administração municipal afirma que serviços de zeladoria como capinação, limpeza de córregos, boca de lobo, manutenção de galerias, podas de árvores e tapa-buracos também continuaram na quarentena.

"Os trabalhos são realizados periodicamente em toda a cidade. Nas regiões das Subprefeitura Pinheiros, Capela do Socorro e Santo Amaro, foram coletados 298,6 mil toneladas de resíduos de janeiro a julho", diz a nota.

No Twitter, ontem, o governador João Doria (PSDB) disse que não houve interrupção nos trabalhos de despoluição do Rio Pinheiros durante a pandemia. A obra, que inclui a retirada de resíduos do rio, deve ser finalizada até dezembro de 2022.

Para reclamar de mosquitos e pernilongos, a Prefeitura de São Paulo orienta ligar para o 156.



Fonte da Notícia: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2020/09/15/proliferacao-de-mosquitos-na-cidade-de-sao-paulo.htm



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletVocê conhece o adestramento western ?

bulletVerdade ou mito: os gatos sempre caem de pé

bulletO câncer de boca em cães

bulletAs células tronco mesenquimais na medicina veterinária!

bulletIluminação em um aquário de corais


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet Vet Vale Av. Itambé, 86 Santa Luzia Taubaté/SP CEP: 12091200

bullet Roberta Basile. Médica Veterinária CRMV/SP 31852 http://www.equinocare.com.br

bullet RENAL VET SÃO PAULO: Endereço: Rua Heitor Penteado, 99 Sumaré, São Paulo/SP. Telefones: (11) 38752666 e (11) 38725138. Telefone para emergências: (11) 98985622. Site: www.renalvet.com.br Email: renalvet@br.inter.net RENAL VET RIO DE JA

bullet UPAC Fortaleza https://upacfortaleza.wordpress.com/

bullet bonde.com.br/casa e decoracao/dicas/saiba 10 dicas para atrair passaros para seu quintal 212398.html

Ver todas as Dicas dos Colunistas




Letras de Música com temas Animais:


bulletO burrinho do vizinho

bulletCavalo manco

bulletApesar de você

bulletA tartaruga tatiana rocha

bulletQuem Saberia Perder

Ver todas as Letras de Músicas




Cinema, Filmes e Seriados:


bulletA fuga dos homens pássaros (the birdmen)

bulletQuanto pesa o cavalo de tróia? (ile wazy kon trojanski?)

bulletUma cilada para roger rabbit

bulletCães de aluguel

bulletGodzilla


Ver todos os filmes e seriados




Livros Animais

bulletO cachorro e o lobo

bulletMais que um leao por dia

bulletO gato que tocava brahms

bulletLivro definitivo de dicas e sugestoes de jardinagem

bulletA princesa e o sapo

Ver todos os Livros



Dinheiro / Notas Animais



Garoupa
R$ 100


Beija flor
R$ 1


Garça branca grande
R$ 5


Arara vermelha
R$ 10


Mico leão-dourado
R$ 20


Onça pintada
R$ 50


Tartaruga-de-pente
R$ 2


Lobo Guará
R$ 200


Ver todas as Notas e Moedas



Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos