Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]


Home Page > Raças & Espécies > Cães > Rastreador brasileiro

Compartilhe em suas redes sociais:

Rastreador brasileiro

rastreadorbrasileiro

País de origem: Brasil
Nome no país de origem: Rastreador Brasileiro
Utilização: São utilizados para o levante e o apresamento de
animais de pelo. Para o trabalho destes cães, exige-se
que os mesmos tenham um comportamento
ponderadamente calmo, pois podem caçar em duplas,
trios, matilhas ou sozinho como cão de faro.
Sujeito ao TAN (Teste de Aptidões Naturais para cão de rastro) para Prova de Seleção.
BREVE RESUMO HISTÓRICO: desenvolvido e criado na metade do século XX
pelo gaúcho Oswaldo Aranha Filho, na época radicado no Estado do Rio de Janeiro,
que iniciou a formação da raça com objetivo de desenvolver animais com características
de caça, porte atlético, sendo resistente às intempéries e ao terreno, o Rastreador
Brasileiro, como foi reconhecida a raça pela FCI, no ano de 1967, fora desenvolvida
para caçar a onça e o porco do mato. Em 1973, a raça sofreu um duro golpe que
cominou com a sua extinção, o fato foi narrado para FCI e foi solicitando o
cancelamento do registro. Antes de a raça ser considerada extinta, vários cães machos
foram doados a caçadores de algumas regiões do país, os animais remanescentes
acasalaram com fê;meas geralmente de raças como Foxhound entre outras, estes
fatos apesar de isolados, contribuíram para que a raça RB se mantivesse viva, apesar
de oficialmente ter sido declarada morta (extinta). Muito criado na área rural, o RB
passou a ser um importante auxiliar do homem para a aquisição de proteína animal
nos lugares mais remotos do Brasil, onde a caça para subsistê;ncia ainda é uma
realidade, embora também tenha sido encontrado rastreadores em propriedade de
médio e grande porte, sabe-se que os RB atuais no geral são produtos de heranças
deixadas de pai para filhos e netos.
ASPECTO GERAL: forte e rústico. Alegre, vivaz e não agressivo. Possui excelente
olfato e capacidade venatória acima da média. É muito resistente e persistente, corre
durante horas em mau terreno e com muito calor. Dócil e leal. Ótimo caçador.
TAMANHO
Altura na cernelha: machos: altura máxima - 65 cm altura mínima - 60 cm
fê;meas: altura máxima - 63 cm altura mínima - 56 cm
TEMPERAMENTO: é tranquilo e equilibrado; apegado a seu dono e reservado
com os estranhos, autoconfiante, intrépido e dócil, sem ser tímido nem agressivo.
PELE: é escura e frouxa pelo corpo.
PELAGEM: pelo raso, acamado, curto, denso e um pouco duro ao tato.
4
COR: azulino, fundo branco todo manchado de azul, os membros anteriores e
posteriores podem ser manchados de castanho (semelhante ao Bluetick e ao Bleu de
Gascogne); fundo branco com grandes manchas de uma ou duas cores, pretas ou
castanhas (semelhante ao Foxhound Americano e ao Walkerhound); cabeça, dorso,
lombo e cauda pretos, peito, ventre e parte externa dos membros pardos (semelhante
ao Black and Tan Coonhound).
REGIÃO CRANIANA
Cabeça: mesatocéfalo, triangular, um pouco alongada.
Stop: pouco acentuado.
REGIÃO FACIAL
Trufa: escura, harmoniosa com a pelagem, sem jaspeaduras, com trufa nasal levemente
voltada para baixo.
Maxilares / Dentes: mordedura em tesoura, com dentição completa (42 dentes).
Olhos: escuros, amendoados e muito vivos.
Orelhas: longas, de inserção baixa caindo além da base do pescoço, moles e com as
pontas arredondadas, o comprimento quando tracionada sem esforço deve ultrapassar
o centro do focinho, sendo ideal as orelhas que atingem a lateral da trufa e indesejáveis
as que ultrapassem a ponta da trufa.
Contornos: ocular, nasal e labial devem apresentar coloração escura.
PESCOÇO: forte e com leve barbela.
TRONCO
Linha superior: bem definida.
Cernelha: alta e forte.
Dorso: longo, musculoso, reto e forte.
Peito: tórax amplo e profundo para alojar coração e pulmões de bom tamanho.
5
Lombo: largo e forte.
Garupa: ligeiramente oblíqua.
MEMBROS
Anteriores: ombros com ossos extremamente fortes, paralelos, patas largas e potentes,
com solas resistentes e elásticas, unhas escuras ou claras.
Posteriores: musculosos e de boa angulação, jarrete firmes, com angulações
simétricas e moderadas, patas largas e potentes, com solas resistentes e elásticas,
unhas escuras ou claras.
CAUDA: em forma de sabre, sem desviar-se para os lados. Trazida baixa quando
em repouso e em bandeira quando atento ou em movimento.
MOVIMENTAÇÃO: deve ser fluente, com boa cobertura de solo, com passadas
amplas e balanceadas. Ao trote pode erguer a cauda acima da linha do dorso.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deverá ser considerado como
falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos sobre a saúde e
bem estar do cão.
FALTAS ELIMINATÓRIAS
- as gerais e mais:
• orelhas curtas ou em forma de borboleta;
• cauda enrrolada;
• ossos muito leves;
• falta de vivacidade;
• stop pronunciado;
• prognatismo e enognatismo.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou comportamental
deve ser desqualificado.
NOTA:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Dicas de Profissionais do ramo pet e agropecuário:


bulletEntenda porque você deve tirar o guizo da coleira do seu gato

bulletRegurgitação em cães

bulletMormo ou Lamparão

bulletFebre maculosa em cães

bulletCuidados do peixe palhaço


Ver todas as Dicas de Profissionais



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores



bullet marcello alonso criador de cães pelo canil lord manske, cinófilo, juíz de raças, educador e comportamentalista canino

bullet Fábio Brito do http://vida estilo.estadao.com.br/blogs/conversa de bicho/festa junina e pets diversao com seguranca/

bullet Jeronimo Ribeiro http://www.showdebicho.com

bullet Dr. Luiz Bolfer formou se em Medicina Veterinária no Brasil e mudou se para os Estados Unidos para se especializar em Cardiologia, Emergência e Cuidados Intensivos em cães e gatos. Completou 12 meses de Internato em Clínica Médica e Cirúrgica Veterin

bullet Susana Reinhardt Cintra Superintendente do Serviço de Registro Genealógico da Raça Bretão, Zootecnista. ABCCBretão (19) 38077974/ 97154545 (Susana). Email: cavalobretao@uol.com.br. André Galvão Cintra Presidente da ABBCBretão e Criador

Ver todas as Dicas dos Colunistas

Letras de Música com temas Animais:


bulletquadradinho tipo borboleta

bulletCamarão que dorme a onda leva

bulletBater das asas

bulletComida de peixe

bulletPirão de peixe com pimenta

Ver todas as Letras de Músicas

Cinema, Filmes e Seriados:


bulletO filho do ace ventura

bulletNetto e o domador de cavalos

bulletSilver a lenda do cavalo prateado the silver brumby

bulletO gato de madame

bulletA vingança do homem chamado cavalo (the return of a man called horse)


Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletOs segredos dos gatos tudo para entender e ensinar o seu companheiro

bulletO homem que amava os cachorros

bulletUm gato entre os pombos

bulletPassaros sao eternos, os

bulletExplicação dos pássaros

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos