Home Page > Raças & Espécies > Cães > Terrier escocês

Terrier escocês

terrierescoces

País de origem: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Scottish Terrier
Utilização: Caça
Sem prova de trabalho
RESUMO HISTÓRICO: o Scottish Terrier Club foi formado em 1882, um ano
após o primeiro padrão da raça ser redigido, e apenas trê;s anos após o início da
raça como a conhecemos hoje pelo Capitão Gordon Murray. Ele foi fortemente
apoiado pelo fundador e primeiro presidente do The Kennel Club, o Sr. Sewallis
Evelyn Shirley.
A imagem pública deste terrier de pernas curtas dos “Highlands” é muitas
vezes a de um “Scot” severo, mas que com sua família e amigos é carinhoso e
alegre, embora ele logo se desperte ao menor ruído, com instinto protetor enquanto
se prepara para proteger sua casa e lar.
APARÊNCIA GERAL: atarracado, de tamanho satisfatório para trabalhar no solo,
o que exclui cães de peso excessivo, de membros curtos, postura alerta sugerindo
grande poder e atividade dentro de um pequeno volume. A cabeça dá a impressão de
ser longa para o tamanho do cão. Muito ágil e ativo apesar de suas pernas curtas.
PROPORÇÕES IMPORTANTES: crânio e focinho de igual comprimento.
COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: leal e fiel. Digno, independente e
reservado, mas corajoso e altamente inteligente. Valente, mas nunca agressivo.
CABEÇA: longa, sem ser desproporcional ao tamanho do cão. Portada sobre um
pescoço musculoso e de comprimento moderado, mostrando qualidade.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: quase plano. O comprimento do crânio o permite ter uma largura suficiente,
mantendo aparê;ncia estreita.
Stop: ligeiro, mas distinto entre o crânio e o focinho, à frente dos olhos.
REGIÃO FACIAL
Trufa: preta. Grande, e de perfil, a linha que vai da trufa ao focinho parece ligeiramente
inclinada para trás.
Focinho: fortemente construído e profundo em todo seu comprimento.
Maxilares / Dentes: dentes largos com uma perfeita e regular mordedura em tesoura,
isto é, os dentes superiores recobrem os dentes inferiores e são inseridos
ortogonalmente aos maxilares.
5
Bochechas: ossos das bochechas não salientes.
Olhos: amendoados, marrom escuros, bem separados, bem inseridos profundamente
abaixo das sobrancelhas, com expressão viva e inteligente.
Orelhas: bem desenhadas, de textura fina, pontudas, eretas e inseridas no topo do
crânio, mas não muito juntas. Orelhas grandes, com a base larga, são altamente
indesejáveis.
PESCOÇO: musculoso e de comprimento moderado, mostrando qualidade.
TRONCO
Linha superior: linha superior reta e nivelada.
Dorso: proporcionalmente curto e muito musculoso.
Lombo: musculoso e profundo.
Peito: bastante amplo e descido entre as pernas dianteiras. Costelas bem
arredondadas, achatando para formar um peito profundo e portado bem para trás.
Poderosa união das costelas com o posterior.
CAUDA: de comprimento moderado dando um balanço geral ao cão; grossa na raiz,
afinando para a ponta. Portada reta ou ligeiramente curvada.
MEMBROS
ANTERIORES
Aparê;ncia geral: peito bem à frente das pernas.
Escápulas: longas, inclinadas.
Cotovelos: nem virados para fora nem colocados abaixo do corpo.
Antebraços: em linha reta, com boa ossatura.
Metacarpos: retos.
Patas: de bom tamanho, bem acolchoadas; dedos bem arqueados e fechados; patas
anteriores ligeiramente maiores que as posteriores.
6
POSTERIORES
Aparê;ncia geral: notavelmente poderosos para o tamanho do cão. Nádegas
volumosas e largas.
Coxas: profundas.
Joelhos: bem angulados.
Metatarsos: jarretes curtos, fortes, nem virando para fora nem para dentro.
Patas: de bom tamanho, bem acolchoadas; dedos bem arqueados e fechados; patas
posteriores ligeiramente menores que as anteriores.
MOVIMENTAÇÃO: suave e livre. Anteriores e posteriores retos, com propulsão
nos posteriores; nivelada como um todo.
PELAGEM
Pelo: bem fechado, pelagem dupla; subpelo curto, denso e macio; pelo de cobertura
áspero, denso e de arame; juntos formam uma cobertura resistente às intempéries.
COR: preto, trigo ou tigrado em qualquer tonalidade.
TAMANHO / PESO
Altura na cernelha: 25 a 28 cm.
peso: 8,5 – 10,5 kg.
FALTAS: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como
falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem
estar do cão.
FALTAS DESQUALIFICANTES
• agressividade ou timidez excessiva.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de
comportamento deve ser desqualificado.
NOTA:
• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparê;ncia normal, bem descidos
e acomodados na bolsa escrotal.



Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletCasa no campo

bulletJardim da fantasia

bulletReidosratos

bulletCodinome Beija Flor

bulletSucuri



Dicas Veterinárias:

bulletStress em cães

bulletHemorragia nasal em cães

bulletBeb?s e bichos de estimação, uma conviv?ncia possível

bulletSeu cão é bem socializado?

bulletPor que o barulho dos rojões incomoda tanto os cachorros?



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Rui Miguel Adestrador comportamental telefone/whatsapp 31 994332943 BELO HORIZONTE-MG / CONTAGEM-MG>

bullet Rafael Senos Médico Veterinário UFF Mestrando USP Técnico em Biotecnologia CEFETEQ RJ>

bullet Revista Cães e cia>

bullet Prof. Saulo Tadeu Lemos Pinto Filho>

bullet Equipe Agiliteiros>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletOs pássaros 2 - o ataque final (the birds ii: land s end)

bulletAs crônicas de nárnia - o leão, a feiticeira e o guarda-roupa

bulletO reino dos gatos (neko no ongaeshi / baron the cat baron)

bulletNas montanhas dos gorilas

bulletOs pinguins de madagascar: operação patrulha pinguim



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletPassaros sao eternos, os

bulletAtlas colorido de anatomia veterinária do cão e gato

bulletMais que um leao por dia

bulletLivro dos passaros magicos, o

bulletMemorias de um gato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos